últimas notícias
O vídeo questionado mostra que agentes militares renderam um homem que estava sentado sozinho numa calçada
O vídeo questionado mostra que agentes militares renderam um homem que estava sentado sozinho numa calçada
Foto: Reprodução/Redes Sociais

Advogada quer que corregedoria apure imagens de agressão policial; veja vídeo

Agressão ocorreu no dia 12 de junho; vídeos mostram que rapaz estava sentado quando policiais se aproximaram

A advogada dos três homens que apanharam de policiais militares em Barueri, no dia 12 de junho, Patrícia Carvalho, cobra a Corregedoria da Polícia Militar (PM) para analisar as imagens da agressão que circulam nas redes sociais.

De acordo com Patrícia, a investigação está sendo realizada pelo batalhão em que os agentes trabalhavam. A defensora revelou que levará a queixa à Ouvidoria da Polícia.

“Eles na verdade me trouxeram, todos os três, que se sentiam mais intimidados, mais constrangidos, e que eles não estariam à vontade de forma alguma que essas investigações ocorressem pela Polícia Militar do município de Barueri", disse a advogada.

Ainda de acordo com a advogada, alguns moradores revelaram que foram questionados por policiais, os agentes perguntaram quem gravou os vídeos da agressão.

O vídeo questionado mostra que agentes militares renderam um homem que estava sentado sozinho numa calçada. Os policiais imobilizaram e algemaram o homem, que mesmo deitado, ainda estava sofrendo agressões.

Outros dois homens tentaram defender o rapaz, mas também foram agredidos. Com as imagens, seis agentes foram identificados e afastados da corporação. Eles estão sendo investigados por suspeita de abuso de autoridade.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP), a Corregedoria da Polícia Militar está acompanhando o caso.

Comentários

Tops da Gazeta