últimas notícias
Márcio José de Oliveira é alvo de operação que investiga crimes de lavagem de dinheiro e organização criminosa
Márcio José de Oliveira é alvo de operação que investiga crimes de lavagem de dinheiro e organização criminosa
Foto: DIVULGAÇÃO/POLÍCIA CIVIL

Vice-prefeito de Arujá é preso em operação contra desvio de dinheiro na Saúde

Foram cumpridos 20 mandados de busca e apreensão e 12 mandados de prisão na Capital, Arujá, Guarulhos, Mogi das Cruzes, Poá, Suzano, Itu, Indaiatuba e Bertioga

O vice-prefeito de Arujá, município da Grande São Paulo, Márcio José de Oliveira (PRB) foi preso nesta quinta-feira (30) durante uma operação da polícia que investiga o desvio de dinheiro na secretaria municipal da Saúde. Além dele, pelo menos cinco pessoas foram detidas.

As investigações apontam que uma Organização Social (OS) contratada pela gestão municipal está ligada ao tráfico de drogas e que o grupo, incluindo Márcio José de Oliveira, está envolvido com o esquema.
O vice-prefeito foi preso em casa, em Arujá. Entretanto, a operação é realizada pela Polícia Civil de Guarulhos, também na Grande São Paulo.

Foram cumpridos 20 mandados de busca e apreensão e 12 mandados de prisão na Capital, Arujá, Guarulhos, Mogi das Cruzes, Poá, Suzano, Itu, Indaiatuba e Bertioga.

O suposto chefe da facção, Anderson Lacerda Pereira, está foragido desde a primeira etapa da investigação em 3 de julho.

Segundo o delegado de Guarulhos, Fernando Góes Santiago, o vice-prefeito era vizinho de Lacerda, que possui 20 imóveis no condomínio onde Márcio foi preso.

“Eles [integrantes da quadrilha] desviavam dinheiro do hospital, faziam contratos superfaturados e uma parte do contrato voltava às mãos do criminoso [Anderson]”, afirmou o delegado.

Os objetos e presos foram encaminhados ao 4º Distrito Policial (DP) em Guarulhos.

Comentários

Tops da Gazeta