últimas notícias
Escola municipal em Taboão da Serra, na Grande São Paulo, em foto de antes do início da pandemia
Escola municipal em Taboão da Serra, na Grande São Paulo, em foto de antes do início da pandemia
Foto: Thiago Neme/Gazeta de S.Paulo

Em Taboão da Serra, 85% dos pais são contra volta às aulas presenciais neste ano

À volta às aulas presenciais na rede pública municipal de Taboão da Serra ainda não tem data definida para acontecer

À volta às aulas presenciais na rede pública municipal de Taboão da Serra ainda não tem data definida para acontecer. A prefeitura lançou uma pesquisa no site da Secretaria de Educação para saber a opinião dos pais sobre a retomada. A Rede Municipal de Ensino de Taboão da Serra conta com mais de 30 mil alunos.

Segundo prefeito Fernando Fernandes (PSDB), em entrevista ao “Portal O Taboanense”, cerca de 85% dos pais são contra a volta dos seus filhos às salas de aula neste momento. “Nossa pesquisa dá o mesmo número de São Paulo, 85, 88% dos pais não querem a volta às aulas presenciais neste momento”, afirmou.

Leia mais:

Apesar da pesquisa ainda não ser definitiva, Fernandes disse que a tendência é que haver uma discussão sobre o tema. “A gente tem que respeitar [o resultado da pesquisa]. Temos que ver criteriosamente as famílias que querem ter o ensino presencial e manter o ensino remoto para as famílias que não querem. Vai ter que ter um modelo misto”.

O prefeito preferiu não determinar uma data para a decisão final sobre o retorno às aulas presenciais, a evolução da pandemia será importante para uma definição. Na Grande São Paulo, alguns municípios como Osasco, Embu-Guaçu, Santo André, Mauá e Itapevi já anunciaram que só irão retornar com as atividades escolares presenciais em 2021.

Já as escolas estaduais de Taboão da Serra devem seguir o planejamento do governo do Estado que prevê a retomada a partir de 8 de setembro apenas de alunos com mais dificuldade de aprendizado em atividades de reforço. A retomada efetiva, mas ainda gradual e restrita do calendário letivo, é prevista para 7 de outubro.

As escolas particulares de Taboão da Serra também devem seguir o cronograma do Estado, mas a decisão só será anunciada após a prefeitura definir pela volta ou não das aulas presenciais na rede municipal.

Sobre a aprovação dos alunos no fim do ano, o prefeito Fernando Fernandes tranquilizou os pais. “Hoje a educação não é serial, você não passa na primeira, na segunda, na terceira série. Ela tem um ciclo, o primeiro deles vai até a quinta série. No final do ciclo você faz uma avaliação, se a criança evoluiu ou não. Os pais podem ficar tranquilos”.

Os pais ainda podem participar da pesquisa de intenção sobre o retorno às aulas presenciais votando no site www.educataboao.com.br. A pesquisa pode ser respondida em menos de um minuto e ajudará a embasar a decisão da volta às aulas. “As respostas de vocês vão ser essenciais para prepararmos as escolas em caso de volta das aulas e para garantir a segurança das crianças e dos profissionais da educação, o que é nossa prioridade”, ressaltou o prefeito.

AUTONOMIA.

O governo do Estado confirmou na semana passada que as 645 prefeituras de São Paulo terão autonomia para decidir se vão ou não acompanhar o cronograma previsto pelo Estado para o retorno presencial às aulas nas redes pública e privada.

Galeria de Fotos

Comentários

Tops da Gazeta