últimas notícias
Cinemas e teatros serão fechados em todas as cidades, exceto em Santo André
Cinemas e teatros serão fechados em todas as cidades, exceto em Santo André
Foto: Snw

Cidades do ABC Paulista decidem fechar cinema e teatros

Boliche, jogos eletrônicos e serviços de valet estão proibidos em todos os municípios da região, assim como eventos presenciais de formatura

O consórcio do Grande ABC, que reúne prefeitos de Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra, decidiu adotar medidas mais restritivas de quarentena nesta segunda-feira (30).

Os cinemas e teatros serão fechados em todas as cidades, exceto em Santo André, que pretende com o setor antes de tomar uma decisão. Boliche, jogos eletrônicos e serviços de valet estão proibidos em todos os municípios da região, assim como eventos presenciais de formatura.

Por fim, clubes esportivos não poderão funcionar para esportes coletivos como futebol, nem piscina e vestiário.

Mesmo com o governo estadual colocando todo o estado na fase amarela do plano de flexibilização, os prefeitos têm autonomia para aumentar as restrições.

O índice médio de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva destinados à Covid-19 no ABC Paulista está em 57,2%. A cidade de Mauá é a que tem a pior situação, com 91,5% dos leitos ocupados. São Bernardo tem taxa de 60,7% e Santo André, 66,94%.

Fase amarela

Todo o estado de São Paulo regrediu para a fase amarela do plano de flexibilização nesta segunda-feira. Esta fase é mais restritiva que a verde — em que parte do estado estava até esta segunda — e limita os horários de funcionamento do comércio e serviços, por exemplo.

Com a fase amarela, a capacidade de ocupação dos estabelecimento passa de 60% para 40%; o funcionamento máximo é reduzido de 12 para 10 horas por dia; estabelecimentos podem funcionar até às 22 horas, e não mais até 23h e; eventos com público em pé passam a ser proibidos.

Segundo o Plano São Paulo, cinemas, teatros e museus podem permanecer abertos na fase amarela. No entanto, as prefeituras têm autonomia para decidir o que e quando deve reabrir.

A fase amarela permite a abertura de instituições de ensino públicas e privadas do estado. Então, as escolas permanecerão em funcionamento. "Essa mudança para a fase amarela não altera a programação de volta as aulas e as escolas não serão fechadas", afirmou Doria nesta segunda-feira.

Comentários

Tops da Gazeta