últimas notícias
Lorena Muniz em foto publicada nas redes sociais
Lorena Muniz em foto publicada nas redes sociais
Foto: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Incêndio que matou transexual que passava por cirurgia não foi em Taboão da Serra

Lorena Muniz, de 25 anos, se recuperava de um procedimento estético quando o incêndio teve início; ela foi internada em estado grave no Hospital das Clínicas por ter inalado fumaça

Lorena Muniz, 25 anos, morreu neste domingo, dia 21, após ser abandonada inconsciente em uma clínica de estética durante um procedimento cirúrgico. Ela estava sedada quando um incêndio começou no local. Ao contrário do divulgado, a clínica onde aconteceu a tragédia não fica em Taboão da Serra, mas sim na rua da Glória, na Liberdade, em São Paulo.

A reportagem do “Portal O Taboanense” conversou com a deputada estadual Erica Malunguinho que denunciou o caso. Ela confirmou que o “médico tem essa clínica no Taboão mesmo, porém ele remarcou com algumas meninas nessa outra que fica na Rua da Glória, no bairro da liberdade”, disse.

O caso aconteceu na quarta-feira, dia 17, Lorena teria se internado para colocar silicone. A vítima estava sedada quando o ar-condicionado pegou pego e todos evacuaram o local, deixando Lorena para trás, sem socorrê-la.

Lorena inalou fumaça e ficou inconsciente por cerca dez minutos até ser socorrida pelo Corpo de Bombeiros e encaminhada ao Hospital das Clínicas. Na madrugada deste domingo ela teve morte cerebral.

O marido de Lorena, Washington Barbosa, conhecido como Tom, se manifestou pelas redes sociais: “Eu e Lorena tínhamos uma vida. Comum, simples, mesmos nas dificuldades constantes do racismo e da transfobia. Estávamos casados há seis anos. Nos conhecemos numa festa junina, noite de São João. Desde que nos conhecemos, somos parceiros de vida”.

Em nota divulgada à imprensa, a deputada Erica Malunguinho se posicionou sobre o descaso com Lorena.
Internada em estado grave no pronto-socorro do Hospital das Clínicas, em São Paulo, Lorena Muniz, de 25 anos, teve a morte cerebral confirmada neste domingo (21). Jovem mulher transexual, Lorena veio de Recife (PE) para a capital paulista para realizar um dos seus maiores sonhos: colocar próteses mamárias.

Comentários

Tops da Gazeta