últimas notícias
Embu das Artes desde o dia 31 de maio vacina moradores com mais de 50 anos contra o coronavírus
Embu das Artes desde o dia 31 de maio vacina moradores com mais de 50 anos contra o coronavírus
Foto: Ettore Chiereguini/Gazeta de S Paulo

Cidades da Grande SP já vacinam pessoas com 50 anos contra o coronavírus

Municípios paulistas conseguiram antecipar cronograma de vacinação, não apenas para quem tem comorbidades

Embora a vacinação contra o coronavírus avança de forma lenta em todo o Estado, algumas prefeituras da Grande São Paulo começaram a vacinar pessoas de faixas etárias e de grupos diferentes dos estabelecidos pelos programas nacional e estadual de imunização contra a Covid-19. Franco da Rocha, por exemplo, colocou como prioridade e já imuniza os coletores de lixo. Enquanto Embu das Artes desde o dia 31 de maio vacina moradores com mais de 50 anos – a previsão para esse público seria só no dia 20 de julho.

Nessa semana, a Prefeitura de Embu das Artes também abriu o agendamento para maiores de 18 anos com comorbidades, gestantes e puérperas e professores acima de 45 anos. Questionada como a cidade conseguiu antecipar tanto o calendário estadual, a secretária de Saúde de Embu das Artes, Thaís Miana, disse à Gazeta que desde o início da campanha o município sempre conseguiu antecipar os grupos. “A vacinação segue em ritmo acelerado e a frente de muitas cidades em razão do controle diário e da formatação da realização da imunização. Como as doses não foram distribuídas em todas as unidades de saúde, diminuímos o risco de perda de doses bem como de desvio”, disse.

Ainda de acordo com Thaís, a Administração montou um esquema de agendamento que tem contribuído no avanço. “Além disso, utilizamos de sistema de agendamento que permite o filtro e o controle diário das doses aplicadas e o mapeamento dos pacientes, inclusive com conferência rigorosa de documentos. Assim, com as doses que sobram do encaminhado por estimativa pelo governo do estado conseguimos acelerar e antecipar algumas faixas etárias”, finalizou.

Macaque in the trees
Vacinação contra o coronavírus na manhã desta quarta-feira (9) em Embu das Artes, na região sudoeste da Grande São Paulo - Ettore Chiereguini/Gazeta de S Paulo


Assim como Embu das Artes, a cidade de Cotia, também segue o mesmo ritmo e já vacina os mesmos grupos prioritários, e também moradores acima de 50 anos.

Já as cidades de Ferraz de Vasconcelos, Itapevi, Ribeirão Pires e São Caetano do Sul estão oferecendo vacina para pessoas a partir dos 18 anos de idade, e com comorbidades, ou deficiências permanentes que recebem o BPC (Benefício de Prestação Continuada).

Além de reduzir a faixa etária elegível para esses grupos, Itapevi e Ribeirão Pires passaram a imunizar profissionais de educação a parir de 18 anos, mesma decisão adotada em São Caetano do Sul. Pelo cronograma do governo estadual, essa vacinação só começa na próxima sexta (11).

Questionado sobre o avanço da vacinação em algumas cidades da Grande SP, o governo do Estado disse que as prefeituras possuem autonomia para gerenciarem as doses e realizarem as aplicações conforme o plano de imunização estadual.

Galeria de Fotos

Comentários

Tops da Gazeta