últimas notícias
Escolas municipais de São Caetano do Sul, no ABC Paulista, terão rede Wi-Fi de última geração disponível para os estudantes
Escolas municipais de São Caetano do Sul, no ABC Paulista, terão rede Wi-Fi de última geração disponível para os estudantes
Foto: Divulgação/PMSCS

Conexão no ABC: escolas municipais de São Caetano do Sul terão rede Wi-Fi

Prefeito Tite Campanella prometeu a instalação de 990 pontos de acesso à internet sem fio em unidades de ensino da cidade do ABC Paulista

As escolas municipais de São Caetano do Sul, no ABC Paulista, terão um reforço no acesso à internet sem fio. Na terça-feira (5), o prefeito Tite Campanella (CidadaNia), assinou uma Ordem de Serviço para instalação de um sistema de Wi-Fi para as instituições da cidade.

“Vamos instalar 990 pontos de acesso de rede nas salas de aula e áreas comuns de todas as unidades escolares”, anunciou o prefeito em evento realizado no Cecape (Centro de Capacitação dos Profissionais de Educação) Dra. Zilda Arns. As informações são do Diário Regional.

As obras para implantação da nova infraestrutura de rede vão custar R$ 9,2 milhões e serão executadas pela empresa vencedora da licitação, a ABX Telecom. O contrato, que prevê também suporte técnico à tecnologia tem duração de 24 meses, e será supervisionado pelo DTI (Departamento de Tecnologia da Informação) da cidade.

O secretário de Educação da cidade, Fabricio Coutinho de Faria acredita que o novo sistema é um diferencial importante. “Poucas escolas públicas do País contam com internet dessa qualidade. De acordo com um levantamento feito pela Fundação Lemann, apenas apenas 3,2% das escolas públicas brasileiras têm internet com velocidade de acordo com os padrões internacionais”, disse.

Conhecido como Wi-Fi 6, o sistema de internet sem fio a ser implementado é considerado de maior velocidade e estabilidade.

“O acesso à internet de melhor qualidade vai contribuir com a viabilização de diversos projetos pedagógicos desenvolvidos pelas escolas da rede, além de reuniões e avaliações virtuais”, afirma o professor Fabiano Augusto João, diretor de Educação Integrada da Seeduc.

Comentários

Tops da Gazeta