últimas notícias
As cidades do ABC Paulista começaram a aplicar o reforço contra a Covid-19 para munícipes que tomaram a vacina da Janssen
As cidades do ABC Paulista começaram a aplicar o reforço contra a Covid-19 para munícipes que tomaram a vacina da Janssen
Foto: Alexandre Henrique/PMETRP

Covid-19: cidades do ABC aplicam reforço para pessoas que receberam dose da Janssen

Por recomendação do Ministério da Saúde, os mais de 4 milhões de brasileiros que tomaram a dose da Janssen devem tomar o reforço, do mesmo imunizante, entre dois e seis meses após a primeira aplicação

As cidades do ABC Paulista começaram a aplicar o reforço contra a Covid-19 para munícipes que tomaram a vacina da Janssen. Por recomendação do Ministério da Saúde, os mais de 4 milhões de brasileiros que tomaram a dose da Janssen devem tomar o reforço, do mesmo imunizante, entre dois e seis meses após a primeira aplicação.

A orientação, segundo a pasta, é baseada em estudos científicos que mostram aumento significativo na imunidade após a aplicação de mais uma dose da vacina, principalmente com intervalo mais longo, de seis meses. A região do ABC é formada pelas cidades de Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Diadema, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra e Mauá.

A Prefeitura de Santo André começou a aplicar na terça-feira (30) a dose adicional da vacina para pessoas que receberam o imunizante da Janssen há pelo menos 61 dias. O agendamento deve ser feito pelo site psa.santoandre.br/vacinacovid, que indicará data, horário e local disponíveis. Todos os munícipes deverão, obrigatoriamente, apresentar documento de identidade e comprovante de vacinação.

“Santo André completou a cobertura vacinal para adultos e, agora, avança na aplicação da dose adicional. Um desempenho acima da média estadual e nacional, que vem protegendo a nossa gente. Avanços que fazem a nossa cidade superar a covid-19”, destacou o prefeito Paulo Serra.

A Prefeitura de São Bernardo informou que já está disponível a aplicação da dose de reforço contra a covid-19 das pessoas imunizadas com a Janssen. A vacinação ocorre nas 33 Unidades Básicas de Saúde (UBSs), por demanda livre, daqueles que tomaram a dose única com intervalo mínimo de 2 meses. O imunizante a ser aplicado é a Pfizer.

“Essa intercambialidade está permitida com a vacina da Pfizer para aqueles que já quiserem se imunizar até que a vacina da Janssen esteja disponível no nosso município”, explicou o secretário de Saúde de São Bernardo, Geraldo Reple Sobrinho.

A Secretaria de Saúde de Ribeirão Pires autorizou a aplicação da dose adicional contra a covid-19 para quem tomou a dose única da Janssen. A imunização já está disponível nas Unidades de Saúde de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, e aos sábados apenas na UBS central, no mesmo horário.

As pessoas com 18 anos ou mais deverão cumprir o intervalo de dois meses (61 dias) da primeira aplicação. Já os imunossuprimidos podem tomar a dose adicional após 28 dias. A vacina a ser aplicada será a que estiver disponível na unidade de saúde. Em Ribeirão Pires, 3.330 pessoas tomaram a dose única da Janssen.

MAUÁ. 

O reforço para quem tomou a dose da Janssen começa a ser aplicado nesta quarta-feira (1º) em Mauá. Os munícipes com 18 anos ou mais que tomaram a dose única do imunizante há dois meses (61 dias), no mínimo, poderão receber a vacina da Pfizer como reforço.

Os imunossuprimidos acima de 18 anos (a lista está no link http://t.ly/y7Gg) que receberam a Janssen podem tomar a dose adicional depois de 28 dias da aplicação. O prazo é o mesmo para os integrantes deste grupo que tomaram outros imunizantes.

Comentários

Tops da Gazeta