últimas notícias
Acidente no dia 16 de setembro de 2018 na região central de Taboão da Serra deixou o ponto completamente destruído
Acidente no dia 16 de setembro de 2018 na região central de Taboão da Serra deixou o ponto completamente destruído
Foto: reprodução

Instalação de ponto de ônibus destruído segue sem previsão

EMTU não deu um prazo para instalação do ponto de ônibus na praça Nicola Vivilechio, em Taboão; ponto foi destruído há 4 meses

Em setembro do ano passado, um acidente envolvendo um Hyundai i30 destruiu o ponto de ônibus da praça Nicola Vivilechio, na região central de Taboão da Serra. Em mais de quatro meses os usuários do transporte público convivem com a chuva e o sol forte do verão sem uma proteção adequada.

Em nota enviada ao Portal O Taboanense, a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU) não estipulou prazo para que os dois abrigos destruídos fossem reinstalados no local. A empresa, vinculado ao Governo do Estado de São Paulo, é a responsável pelos pontos de ônibus na rodovia Régis Bittencourt.

"A EMTU considera importante e prioriza nos estudos desenvolvidos nesta empresa a instalação de infraestruturas, como abrigos nos pontos de parada da Região Metropolitana de São Paulo (RMSP), para propiciar mais conforto aos passageiros do transporte metropolitano. A parada em questão será considerada na análise dos projetos", disse a empresa em nota.

A reportagem ouviu passageiros que estão revoltados com a situação que piora ainda mais no verão. Além do sol forte que castiga os usuários, as pancadas de chuvas típicas desse período tornam a espera dos ônibus um verdadeiro sofrimento.

Para Clayton Novaes, de 22 anos, morador do Jardim Maria Rosa, a falta de abrigo é irresponsabilidade da empresa. "Pagamos caro pelos ônibus, acabou de ter um aumento acima da inflação e a EMTU não instala dois pontos pra gente se abrigar? É desumano, olha esse sol, cheio de idosos, crianças de colo aqui", lamenta o estudante de publicidade.

O torneiro mecânico Glauber de Assis Aquino classifica a situação como "irreal". "Pego ônibus todos os dias aqui e não entendo como uma cidade desse tamanho não consegue instalar um simples abrigo para os passageiros, não dá pra acreditar nisso. Não é favor, é obrigação", disse.

Caso.

Um grave acidente na madrugada do dia 16 de setembro de 2018 na região central de Taboão da Serra deixou o ponto de ônibus da praça Nicola Vivilechio completamente destruído. Segundo informações, o motorista de um Hyundai i30 preto, placa ENR 8690 de São Paulo, perdeu o controle e colidiu com violência contra a parada de ônibus. Ninguém ficou ferido.

De acordo com testemunhas, o motorista vinha pela rodovia Régis Bittencourt na pista sentido São Paulo quando perdeu o controle do veículo que subiu na calçada, derrubando o ponto de ônibus. Com a violência do impacto, o carro tombou e voltou para a via. Apesar da gravidade do acidente, o motorista fugiu do local sem receber atendimento do Corpo de Bombeiros.

Segundo o secretário de transporte e mobilidade urbana de Taboão da Serra, Gerson Brito, o ponto de ônibus é intermunicipal e, portanto, de responsabilidade da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU).
(Portal O Taboanense)

Tops da Gazeta