últimas notícias
Alunos da Escola Municipal de Educação Bilíngue para Surdos (EMEBS) durante aula em Taboão
Alunos da Escola Municipal de Educação Bilíngue para Surdos (EMEBS) durante aula em Taboão
Foto: Thiago Neme/Gazeta de S.Paulo

Taboão inaugura prédio para educação inclusiva

EDUCAÇÃO. Prédio do Centro de Referência de Educação Inclusiva (CREI) atende alunos da rede pública com algum tipo de deficiência

Na manhã deste sábado, a Prefeitura de Taboão da Serra vai inaugurar na região central da cidade o novo prédio do Centro de Referência de Educação Inclusiva (CREI). O objetivo da administração é investir ainda mais na educação inclusiva, principalmente nos alunos que enfrentam alguma deficiência auditiva. Segundo estimativas do Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cerca de 9,7 milhões de brasileiros são surdos ou possuem perda auditiva.

O CREI oferece desde 2014 em Taboão da Serra o apoio para escolarização dos alunos surdos ou com qualquer dificuldade de audição, transtornos e distúrbios de aprendizagem, além de fazer todo o acolhimento da família. O centro também atende alunos com deficiência visual. Antes, os atendimentos eram feitos no Jardim Ouro Preto e agora passa a ser na rua Elizabeta Lips, 113 no Jardim
Bontempo.

O Centro de Referência de Educação Inclusiva abraça outros equipamentos da prefeitura, como por exemplo a Escola Municipal de Educação Bilíngue para Surdos (EMEBS). Atualmente, cerca de 55 crianças surdas ou com audição reduzida estão sendo atendidas no CREI. Essas crianças estão matriculadas do Jardim I ao 5º ano. "Fazemos todo o planejamento e a adequação na grade para que esses alunos possam ser atendidos. É importante dizer que a grade não é diferente dos que estão sendo atendidos nas outras escolas, aqui também é uma escola, porém com foco para essas crianças. Além das disciplinas que fazem parte da grade, elas recebem um reforço no contraturno", disse a diretora da escola, Ana Júlia Ikuta.

"Temos que oferecer a esses alunos uma oportunidade para que eles possam se desenvolver como cidadãos e em seguida conquistar as oportunidades como qualquer outro aluno da rede. Aqui eles recebem uniforme, fazem atividades de educação física, arte, tudo normalmente. A única diferença é que antes de tudo eles precisam aprender a linguagem de sinais, só após isso é que eles vão conseguir entender o mundo em que vivem", complementou a coordenadora da EMEBS, Atalia Soares.

Ainda de acordo com a coordenadora, a prefeitura vai expandir o atendimento até o 9º ano. "Todas as crianças que passam por alguma dificuldade e é diagnosticada pelos profissionais do CREI, são recolhidas da rede de ensino e atendidas. A prefeitura já confirmou que vai expandir os atendimentos até o 9º ano, ou seja, é uma grande oportunidade, já que esse serviço não é prestado em qualquer município e particularmente o atendimento é muito caro", finalizou Atalia.

Mais informações sobre os atendimentos no CREI podem ser obtidas no site da Prefeitura de Taboão da Serra (ts.sp.gov.br) ou pelo telefone do centro (11) 4138-8550.
(Matheus Herbert)

Tops da Gazeta