últimas notícias
A técnica de enfermagem Engel Sofia Pironato, de 21 anos, foi 
morta no Parque Marajoara; corpo foi encontrado em geladeira
A técnica de enfermagem Engel Sofia Pironato, de 21 anos, foi morta no Parque Marajoara; corpo foi encontrado em geladeira
Foto: Reprodução TV Globo

Santo André registra dois casos de feminicídio em 24h

No primeiro caso o corpo da vítima foi encontrado em uma geladeira; já o segundo caso o homem atropelou e matou a tiros a companheira

Dois casos de feminicídio foram registrados em Santo André, na última segunda-feira. Os casos foram divulgados ontem.

O auxiliar de almoxarifado Lucas Alves da Silva Santos, de 24 anos, foi preso em flagrante após ter matado a mulher, a técnica de enfermagem Engel Sofia Pironato, de 21 anos, por volta das 19h30 de segunda-feira, no Parque Marajoara, em Santo André.

A Polícia Militar foi informada pelo Centro de Operações do Corpo de Bombeiros que o criminoso estaria fugindo da cena do crime.

O veículo em que Santos estava foi localizado, e ele confessou que havia matado sua companheira.

O auxiliar levou os policiais até o imóvel onde residia. O corpo da vítima foi localizado no interior de uma geladeira sem
funcionamento.

Eles se conheciam há pelo menos seis anos. Santos teria matado a namorada porque não tinha se conformado com o término do namoro.

Foram solicitados exames de perícia ao Instituto de Criminalística (IC) e ao Instituto Médico Legal (IML).

O caso foi registrado como homicídio qualificado com agravante de feminicídio e violência doméstica no 1ºDP de Santo André pelo delegado Dimitrius Moraes Costa.

Ainda em Santo André, Manoel Gomes de Oliveira, de 43 anos, foi preso após atropelar e matar a tiros a companheira, Elieide Rodrigues de Oliveira, de 38 anos, no Jardim Rina, na tarde de segunda-feira. A polícia foi chamada para atender uma ocorrência de disparo com arma de fogo com vítima.

No local, viram a mulher caída no chão. Ela não resistiu aos ferimentos e morreu no Centro Hospitalar Municipal, em Santo André.

Testemunhas anotaram a placa do veículo e informaram aos policiais. O crime foi filmado por câmeras de segurança da rua.

O criminoso atropelou a companheira e depois desceu do carro para realizar os disparos contra ela. Ele fugiu do local mas foi capturado.

A ocorrência foi registrada como homicídio qualificado com agravante de feminicídio, legítima defesa, lesão corporal, porte ilegal de arma de fogo e uso não permitido no 53ºDP (Parque do Carmo), mas foi encaminhado ao 5ºDP de Santo André, responsável pela área dos fatos.

Também foi solicitada a prisão preventiva do autor à Justiça. (EC)

Tops da Gazeta