últimas notícias

Corregedoria vai investigar 9 mortes

A Corregedoria da Polícia Militar divulgou ontem que vai investigar nove mortes após confrontos com a PM entre sexta-feira (29) e sábado (30), na região metropolitana de São Paulo. O número está acima da média dos registros da Secretaria de Segurança Pública (SSP). Itapecerica da Serra e Mauá tiveram mortes.

A PM instaurou um inquérito para apurar os casos. Especialistas dizem que número pode significar um grave problema para a segurança pública.

Um dos casos aconteceu na rua Tomás Velasco, na zona oeste. Um homem tentou assaltar duas mulheres e foi morto por um policial na sexta-feira. O portão de uma das casas ficou cravejado de balas. A vítima disse que ele tentou pegar a carteira dela e que ela e a sobrinha fugiram para a casa da vizinha.

Outra morte aconteceu no Parque São Rafael, na zona leste. Na zona sul, duas mortes na região de Parelheiros; uma no Sacomã e outra no Ipiranga.

A Ouvidoria da polícia disse que vai investigar mais duas mortes também entre sexta-feira e sábado: uma em Itapecerica da Serra (não reconhecida pela SSP) e outra em Mauá.

O número de pessoas mortas pela PM está acima da média diária. Em 2018, 552 pessoas foram mortas pela PM, segundo a SSP, cerca de 1 morte por dia.

A SSP afirma que as armas dos suspeitos e dos policiais envolvidos nos casos foram apreendidas para
exames. (GSP)

Tops da Gazeta