últimas notícias

Famílias de massacre aguardam indenização

Das sete famílias de mortos no ataque à Escola Raul Brasil, em Suzano, duas já receberam a indenização por parte do Governo de São Paulo. A terceira família deverá receber os pagamentos nos próximos dias. No total, cinco manifestaram interesse no acordo e estão com a documentação entregue parcial ou totalmente - outras duas estão em fase de coleta de documentação. O massacre aconteceu no dia 13 de março. As famílias têm ainda 40 dias a partir desta quinta-feira, para juntar e entregar os documentos. As informações são da Defensoria Pública do Estado, que não divulgou valores por proteção dos familiares. O que se sabe é que os valores são os mesmos para todas as vítimas fatais. Na contagem da comissão criada pelo governo estadual e pela Defensoria Pública para definição das indenizações, são consideradas 18 famílias: sete mortos e 11 feridos. Ao todo, o massacre deixou dez mortos - entre eles os dois autores dos disparos e o parente de um deles, executado fora da escola.

As sete famílias de vítimas fatais têm direito a receber um valor referente à indenização por danos morais para ajudar os parentes a se recompor e ainda uma pensão mensal por dano patrimonial, baseado na renda que a família teria com a produtividade futura do ente falecido. As 11 vítimas lesionadas no massacre também terão direito a indenização. Os valores vão depender dos laudos periciais. (EC)

Tops da Gazeta