últimas notícias

Impasse prejudica atendimentona saúde

A Prefeitura de Mauá pode ter uma dívida de R$ 160 milhões com a Fundação ABC, responsável pelos serviços de saúde da cidade, e, por isso, os pacientes da saúde pública têm dificuldades com o atendimento. O Ministério Público quer uma auditoria nas contas da prefeitura.

A saúde pública de Mauá, no ABC, é gerida há nove anos pela Fundação ABC, que é comandada pelas prefeituras de Santo André, São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul. Por mês, o município deveria pagar R$ 15 milhões para a fundação, mas os pagamentos foram interrompidos desde que a cidade começou a enfrentar uma crise política.

Em abril, o prefeito Átila Jacomussi (PSB) teve o mandato cassado pela Câmera dos Vereadores. Ele chegou a ser preso duas vezes por suspeita de desvio de verbas da merenda escolar. Desde este período, não se sabe exatamente quando a Secretaria Municipal de Saúde deve à fundação.

(GSP)

 

Tops da Gazeta