últimas notícias

Três são presos por suspeita de latrocínio

O Setor de Homicídios de Mogi das Cruzes prendeu três maiores e apreendeu um menor suspeitos de envolvimento no latrocínio de um motorista de aplicativo na última semana. A vítima, Valter Prado Filho, de 32 anos, desapareceu durante uma corrida na madrugada do dia 2 de setembro.

O corpo foi encontrado horas depois com perfurações e queimaduras. Uma máquina de choque foi encontrada ao lado do corpo.

De acordo com a polícia, o último suspeito foi encontrado nesta segunda, em Bertioga, no Litoral. Os outros já tinham sido presos ao longo da semana. São duas mulheres, um homem, além de um menor.

De acordo com o delegado José Rubens Ângelo, o crime foi latrocínio, já que os criminosos roubaram R$ 50 e o celular da vítima. "Eles queriam roubar dinheiro e elegeram o motorista de aplicativo. Só não levaram o veículo por causa de problema mecânico.", disse ao "G1".

No dia seguinte à morte, motoristas de transporte por aplicativo protestaram com buzinaço da Avenida Cívica até a Prefeitura de Mogi, reivindicando mais segurança para trabalhar.

A 99, empresa que o Valter Prado Filho atuava, divulgou uma nota lamentando o caso. "Assim que soubemos da triste notícia, mobilizamos uma equipe especializada para apurar o caso de Valter e estamos em contato com a família". (GSP)

Tops da Gazeta