últimas notícias
As obras na Praça Luiz Olinto Tortorello, à margem da avenida Goiás, foram iniciadas na última semana
As obras na Praça Luiz Olinto Tortorello, à margem da avenida Goiás, foram iniciadas na última semana
Foto: Junior Camargo - PMSCS

Bairro Santo Antônio, em São Caetano, terá escola em 2020

A unidade terá novo conceito, desenvolvida no modelo de escola parque; unidade deve ser inaugurada em junho do próximo ano

O bairro Santo Antônio, em São Caetano do Sul, terá em 2020 a sua primeira EMEI (Escola Municipal de Educação Infantil). As obras na Praça Luiz Olinto Tortorello, à margem da avenida Goiás, foram iniciadas pela Administração na última quarta-feira e devem ser finalizadas em junho do ano que vem.

A unidade tem novíssimo conceito, desenvolvida no modelo de escola parque, com implantação de 15 medidas de sustentabilidade e integração de ambiente escolar com espaço público. O principal objetivo da Prefeitura no projeto de construção é garantir a preservação da área verde e a utilização da praça como espaço de convivência.

"Não haverá perda de área verde, pelo contrário. No projeto destaca-se um acréscimo de árvores. É bom lembrar, também, que antes do prosseguimento do projeto tivemos o aval do Condema (Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente) numa reunião realizada em maio deste ano", disse o prefeito José Auricchio Júnior.

"Além de ser a primeira escola pública de educação infantil do bairro, este novo conceito agrega uma possibilidade maior de aprendizado das questões ambientais na Educação, com salas de atividades e multiuso, playground e solário. Além disso, a unidade terá pátio externo integrado à praça, com total segurança aos seus 120 alunos, e áreas para plantio de hortas educacionais e compostagem de resíduos", complementa
Auricchio.

INVESTIMENTO.

O valor da obra é de cerca de
R$ 5.9 milhões. As 15 medidas de sustentabilidade urbana têm o intuito de atender aos requisitos do Programa Município VerdeAzul, do governo do Estado de São Paulo. A atenção ambiental estará presente na acessibilidade universal, adaptação à topografia local, orientação solar adequada, ventilação e iluminação natural.
(GSP)

Tops da Gazeta