últimas notícias

Morre mulher que teve 70% do corpo queimado por ex-marido

Morreu na tarde de segunda-feira a mulher queimada com o filho enquanto dormiam, em Mogi das Cruzes. O Instituto Médico Legal (IML) de Bauru confirmou a entrada do corpo de Michelli Juliana Martins, de 34 anos. O filho dela, Enzo Gabriel Martins de Souza, de 7 anos, morreu no sábado. O principal suspeito do crime é o ex-companheiro da mulher, que não aceitava o fim do relacionamento. O caso aconteceu na madrugada de quinta-feira.

De acordo com o boletim de ocorrência, o crime ocorreu durante a madrugada, quando Nicácio de Assis Sousa, de 41 anos, usou álcool doméstico para atear fogo nas vítimas. O motivo, segundo a polícia, seria a decisão da mulher em terminar o relacionamento.

As vítimas foram socorridas e encaminhadas ao Hospital Luzia de Pinho Melo, em Mogi das Cruzes. Ainda na tarde de quinta-feira, Michelli foi transferida para o Hospital Estadual de Bauru, referência no atendimento a queimados. Ela teve 70% do corpo queimado.

O filho, que estava em situação mais grave, teve 90% do corpo atingido pelo fogo. Ele morreu dois dias após o crime.

O suspeito do crime foi localizado e preso horas após o crime. No 1º Distrito Policial, durante o depoimento, Sousa ficou quieto. Na sexta-feira, a Justiça decidiu manter a prisão do suspeito, em audiência de custódia no Fórum de Mogi das Cruzes.

Ele vai responder por dupla tentativa de homicídio qualificado - feminicídio e vítima menor de 14 anos. (GSP)

Tops da Gazeta