últimas notícias

Comércio alavanca empregos no ABC

A região abriu 240 postos de trabalho em outubro, segundo dados do Caged, divulgados pelo Ministério da Economia

A criação de vagas temporárias no comércio garantiu ao mercado de trabalho com carteira assinada do ABC o quarto mês seguido de saldo positivo entre admissões e demissões.

A região abriu 240 postos de trabalho em outubro, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados pelo Ministério da Economia.

Além de ser positivo, o saldo que decorre de 22.369 admissões e 22.129 desligamentos - ficou acima do registrado em outubro de 2018, quando houve a abertura líquida de 104 vagas, na série sem ajustes.

No corte por atividades econômicas, o comércio deu a principal contribuição para o resultado de outubro, com a abertura de 355 vagas.

O resultado foi puxado pelo início das contratações de fim de ano no varejo, a fim de atender o aumento da demanda no período que antecede o Natal e o Réveillon.

Também pesou a liberação dos saques de até R$ 500 nas contas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), o que irrigou o comércio.

Os serviços também registraram saldo positivo em outubro no ABC, de 259 vagas. O resultado foi influenciado por contratações nos ramos médico (230) e de comércio e administração de imóveis (773), enquanto o segmento de alojamento, alimentação e reparação puxou o desempenho para baixo, com o fechamento de 725 postos de trabalho. No sentido contrário, a indústria voltou a demitir em outubro. O setor fabril encerrou 472 vagas, sob influência do fechamento da fábrica da Ford em São Bernardo.


*Com informações do Diário Regional

Tops da Gazeta