últimas notícias

Leilões & Negócios

Os pregões acontecem nos dias 21 e 28 de janeiro e incluem imóveis residenciais e comerciais
Os pregões acontecem nos dias 21 e 28 de janeiro e incluem imóveis residenciais e comerciais
Foto: DIVULGAÇÃO/BIASI LEILÕES

Santander vende imóveis 60% mais baratos

Banco vai realizar três leilões, que serão organizados por duas empresas diferentes

O Banco Santander começa 2020 realizando três leilões de imóveis com oportunidades em diversos estados do Brasil. Os pregões acontecem nos dias 21 e 28 de janeiro e trazem condições especiais de pagamentos e descontos na casa dos 60%. As operações serão organizadas pelas empresas Frazão Leilões e Biasi Leilões.

O primeiro pregão acontece no dia 21 de janeiro, às 11h. Organizado pela Frazão Leilões, estão disponíveis 89 imóveis, entre apartamentos, casas, conjuntos e lotes residenciais. Os lances iniciais variam de R$ 41 mil, para uma casa no bairro Nova Carapina ll, em Serra, Espírito Santo, a R$ 1,4 milhão por uma residência desocupada, com cinco quartos, uma vaga de garagem, sete banheiros e mais de 700 m² de área construída, no bairro Jardim Primavera ll, em Boa Esperança, Minas Gerais. O imóvel está sendo vendido por quase a metade do preço, visto que o valor de avaliação é de R$ 2,6 milhões.

Macaque in the trees
Um dos imóveis leiloados é esta casa em Alambari (SP)

O leilão traz ainda oportunidades em outras 10 regiões: Bahia, Ceará, Maranhão, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo. "Essa é uma ótima oportunidade para os moradores, investidores e interessados nessas regiões, pois o Santander vai analisar as propostas recebidas e abrirá o leilão com preços iniciais bem baixos, com o intuito de atrair propostas. Além disso, as ofertas poderão ser financiadas em até 35 anos pelo crédito imobiliário da própria instituição", afirma Claudia Frazão, leiloeira à frente da Frazão Leilões.

No mesmo dia, também às 11h, acontece o leilão de imóveis residenciais do banco pela Biasi Leilões. Aqui, são 84 propriedades disponíveis nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, Amazonas, Pará, Pernambuco, Ceará e Maranhão, com lances mínimos entre R$ 55 mil (uma casa de 140 m², com três quartos, em Ananindeua, no Pará) e R$ 1,8 milhão (por uma casa no Jardim Panorama, em São Paulo-SP, com 803 m², três andares e garagem para 12 carros).

Macaque in the trees
Um dos imóveis leiloados é este apartamento no Piqueri

"Além de ter bastante opção, outra vantagem é que, para a compra de imóveis desocupados, será possível utilizar o FGTS. Os débitos de IPTU também serão quitados pelo vendedor até a data do leilão", conta Eduardo Consentino, leiloeiro da Biasi Leilões. Vale lembrar que as propriedades também poderão ter 90% de seu valor financiado em até 420 meses.

Também sob responsabilidade da Biasi Leilões, no dia 28 de janeiro, o Santander encerra as vendas de imóveis comerciais, distribuídos em 12 estados e no Distrito Federal. No leilão, o destaque fica com a cidade de Formiga, em Minas Gerais, que possui 11 terrenos, com ofertas iniciais entre R$ 36 mil e R$ 55 mil.

Galeria de Fotos

Um dos imóveis leiloados é esta casa em Alambari (SP) - Divulgação/Frazão Leilões
Um dos imóveis leiloados é este apartamento no Piqueri - Divulgação/Biasi Leilões

Comentários

Tops da Gazeta