últimas notícias
Entre os lotes há um estádio de futebol, em Ribeirão Preto, pertencente ao Comercial Futebol Clube
Entre os lotes há um estádio de futebol, em Ribeirão Preto, pertencente ao Comercial Futebol Clube
Foto: DIVULGAÇÃO/FIDALGO LEILÕES

Justiça Federal realiza leilão com mais de 150 itens em SP

Entre os lotes há de roupas a gasolina e até estádio de futebol no interior do Estado de SP

Nos dias 24 de fevereiro e 03 de março, a Justiça Federal realiza o primeiro grande leilão do ano em São Paulo. O certame está sob responsabilidade da Fidalgo Leilões e, a partir da segunda data (2ª praça), todos os bens estarão com mínimo de 50% de desconto.

Entre os lotes disponíveis há roupas e acessórios, gasolina e imóveis, incluindo um estádio de futebol, localizado na cidade de Ribeirão Preto. O estádio, que possui 35 mil m², pertence ao Comercial Futebol Clube e é conhecido como "La Bafonera", em homenagem ao "La Bombonera", do clube argentino Boca Juniors. Até o dia 24, ele pode ser adquirido pelo valor de avaliação, que é de R$ 44 milhões. Caso não seja arrematado até esta data, a partir do dia 25 de fevereiro, até 03 de março, o valor mínimo para aquisição passa a R$ 14 milhões.

No que diz respeito ao combustível, estão à venda 1.725 litros de gasolina comum, avaliada em R$ 3,89 o litro. Vale lembrar, contudo, que, por se tratar de um produto controlado, é preciso ter um certificado de autorização da Agência Nacional de Petróleo (ANP), que deve ser apresentado no momento do cadastro.

Para quem procura por imóveis, outras propriedades merecem atenção. Um apartamento de 62 m², localizado na Rua Vergueiro, no bairro do Ipiranga, por exemplo, tem lance inicial de R$ 345 mil no primeiro leilão, passando para R$ 172,5 mil no segundo. Já um apartamento de 31 m², no bairro Ibirapuera, possui avaliação de R$ 240 mil e lance inicial de R$ 120 mil, a partir do segundo leilão.

Os interessados em realizar ofertas devem se inscrever na plataforma Fidalgo Leilões, onde é possível ver fotos dos itens disponíveis, bem como acessar o edital do leilão.

Comentários

Tops da Gazeta