últimas notícias
Rentabilidade mais baixa de aplicações favorece compra de imóveis
Rentabilidade mais baixa de aplicações favorece compra de imóveis
Foto: Rawpixel.com/Pexels

Busca por leilões de imóveis cresceu 55% em 2020

Segundo pesquisa, o tempo médio para vender um imóvel em leilão é inferior a um mês

Apesar da pandemia do novo coronavírus e seus efeitos na economia, o segmento de leilões não tem do que reclamar. Uma pesquisa realizada pelo Imovelweb, um dos maiores portais imobiliários do País, revela que a busca por leilões de imóveis cresceu 55% em 2020 e as expectativas para este ano seguem positivas.

De acordo com o levantamento, o arremate para investimento é uma das explicações para o resultado positivo verificado no ano passado. Isso porque, com as taxas de juros em baixa, reduzindo a rentabilidade das aplicações financeiras mais conservadoras, este tipo de compra se tornou atrativa.

Leia Mais

Os prós de vender imóvel em leilão

Além disso, embora seja um mercado ainda pouco explorado no Brasil, o leilão pode ser o caminho mais rápido para quem deseja vender imóvel, desde que o proprietário esteja disposto a dar um desconto de 30% a 40% do valor de mercado. Segundo o CFO do Imovelweb, Tiago Galdino, o tempo médio para venda de um imóvel no modelo tradicional gira em torno de seis meses a um ano, enquanto em um leilão, o tempo de venda é inferior a um mês.

Para quem se animou e deseja comprar um imóvel em leilão, Galdino lembra que é preciso alguns cuidados:

•Leia o edital com cuidado para compreendê-lo;
•Fale com um advogado ou especialista financeiro;
•Verifique as formas de pagamento aceitas;
•Saiba o histórico completo do imóvel – se está ocupado, se há alguma pendência judicial e dívidas;
•Considere a necessidade de reformar o imóvel.

Comentários

Tops da Gazeta