últimas notícias
Prédio, construído em 1964, possui nove andares e 55.414 m²
Prédio, construído em 1964, possui nove andares e 55.414 m²
Foto: DIVULGAÇÃO

Ex-sede da Editora Abril vai a leilão para pagar dívidas

Pregão se dará na modalidade virtual e acontecerá na plataforma Biasi Leilões. Lance inicial será de R$ 110,5 milhões

Entre os dias 18 e 21 de maio, um dos símbolos do jornalismo brasileiro, o antigo prédio da Editora Abril, localizado na Marginal Tietê, irá a leilão. O pregão se dará na modalidade virtual e acontecerá na plataforma Biasi Leilões.

De acordo com informações da empresa leiloeira, o lance inicial é de R$ 110,5 milhões. O prédio, construído em 1964, possui nove andares, distribuídos em 55.414 m².

O dinheiro arrecadado com o leilão será utilizado para o pagamento de dívidas, visto que a alienação da unidade é parte integrante do plano de recuperação judicial da empresa, vigente desde 2018. Naquele ano, as dívidas da Abril somavam cerca de R$ 1,6 bilhão, desse total, R$ 90 milhões são devidos para ex-funcionários.

Leia Mais

Empresa brasileira leiloa tênis NFT

Os interessados em participar do pregão, além de se cadastrar no site da empresa leiloeira, devem manifestar interesse no pregão nos autos da Recuperação Judicial até o dia 17 de maio, por meio do protocolo de petição, comprovando que têm capacidade econômica, financeira e patrimonial para apresentar proposta superior ao lance inicial.

No edital do leilão é possível obter mais informações sobre a venda, como estado de conservação do prédio, as formas de pagamento e a relação de documentos necessários para a comprovação da capacidade econômica.

Comentários

Tops da Gazeta