últimas notícias
Imóveis são provenientes de instituições financeiras como Santander, Banco Pan, entre outros
Imóveis são provenientes de instituições financeiras como Santander, Banco Pan, entre outros
Foto: Divulgação/Zukerman Leilões

Mês de julho tem quase 500 imóveis em leilão

Até o fim do mês, Zukerman leva a leilão 485 imóveis em diversas regiões do país. Lances partem de R$ 6,6 mil

Até o fim do mês de julho, a plataforma Zukerman Leilões irá levar 485 lotes de imóveis a leilão em diversas regiões do país. Estarão em disputa propriedades comerciais e residenciais com valores abaixo da média de mercado.

Os lances partem de R$ 6,6 mil a R$ 30,1 milhões e lotes são provenientes de instituições financeiras como Santander, Banco Pan, Safra, Banco Daycoval, Bradesco, Banco Triângulo e Banco Rendimento.

Os imóveis estão localizados nos estados de São Paulo, Pará, Amazonas, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Goiás, Paraná, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Amapá, Maranhão, Bahia, Ceará, Tocantins, Rondônia, Piauí, além do Distrito Federal.

Leia Mais

Leilão de outlet tem móveis com descontos a partir de 60%

No estado de São Paulo há diversas propriedades disponíveis, inclusive na capital paulista. Entre os imóveis residenciais, vale destacar, por exemplo, uma casa de 378 m², localizada no bairro Parque Residencial Jaguari, na cidade de Americana, que pode ser arrematada a partir de R$ 770 mil. Já um sobrado de 477 m² de área construída em Diadema possui lance mínimo de R$ 660 mil, enquanto uma casa de 140 m² na Barra Funda, em São Paulo, pode ser adquirida pelo valor inicial de R$ 1,05 milhão.

Para participar da negociação e ofertar lances nos imóveis é preciso se cadastrar no site da Zukerman Leilões e ler atentamente o edital do lote desejado. Na página da leiloeira também é possível observar fotos dos imóveis disponíveis, consultar se estão ocupados ou desocupados, bem como se informar sobre as condições de pagamento. Dependendo do imóvel escolhido, o pagamento pode ser feito à vista ou de forma parcelada.

Comentários

Tops da Gazeta