últimas notícias
O lote de maior valor mínimo é de um kit com seis garrafas Don Melchor, duas taças e uma pasta de couro
O lote de maior valor mínimo é de um kit com seis garrafas Don Melchor, duas taças e uma pasta de couro
Foto: DIVULGAÇÃO/SUPERBID

Superbid vende vinhos famosos a partir de R$ 100

Ao todo são 37 lotes de bebidas, todas se encontram na cidade de São José dos Campos, no interior de São Paulo

O site Superbid Marketplace está vendendo diversos vinhos famosos com preços bem abaixo dos encontrados no mercado. Ao todo são 37 lotes de vinho tinto, que se encontram na cidade de São José dos Campos, interior do estado de São Paulo. As bebidas já estão disponíveis para lances e o leilão se encerra no dia 23 de dezembro, às 15h.

Os lances mínimos variam de R$ 100 a R$ 1 mil. O menor valor corresponde a um lote com seis garrafas da linha de vinhos super premium chilena Marques Casa Concha. Na internet, a garrafa pode ser adquirida por cerca de R$ 115 cada. No pregão, cada garrafa está saindo por cerca de R$ 16 e ainda vem acompanhada por uma taça.

Já o lote de maior valor mínimo, R$ 1 mil, é de um kit com seis garrafas de 750 ml do vinho Don Melchor, ano 2016, com duas taças e uma pasta de couro. Com origem no Chile, a bebida é indicada para acompanhar carnes vermelhas, especialmente cordeiro, ao forno ou refogado. A bebida também harmoniza bem com terrinas, patês e queijos. No mercado, somente a garrafa sai por cerca de R$ 670.

Outra boa oferta é um lote de 12 garrafas do vinho Casillero Del Diablo Reserva Privada, que já recebeu medalha de ouro no Concurso Internacional de Vinhos no Brasil. O lote pode ser arrematado por R$ 250, enquanto cada garrafa é vendida entre R$ 80 e R$ 100 nas importadoras.

Por fim, com um investimento de R$ 500, é possível levar para casa uma garrafa de vinho Carmin Peumo 2017, com três taças Concha Y Toro. O preço médio da bebida é de R$ 700.

Quem quiser arrematar um dos lotes de bebidas disponíveis deve se cadastrar no site da empresa leiloeira, onde também é possível consultar o edital do leilão, bem como ver fotos dos itens e se informar das condições de pagamento.

Comentários

Tops da Gazeta