últimas notícias
Ocupação de leitos de UTI em hospitais públicos de Guarulhos foi de de 72,45% no último dia 31 para 93,4% nesta segunda
Ocupação de leitos de UTI em hospitais públicos de Guarulhos foi de de 72,45% no último dia 31 para 93,4% nesta segunda
Foto: FREEPIK

OMS não espera imunização ampla contra Covid-19 até meados de 2021

De acordo com uma porta-voz da organização, nenhuma pesquisa que está em testes clínicos avançados mostrou sinal claro de eficácia em um nível mínimo de 50%

Nesta sexta-feira (4), uma porta-voz da Organização Mundial da Saúde (OMS), Margaret Harris, afirmou que não espera uma vacinação ampla contra a Covid-19 até meados de 2021.

De acordo com a porta-voz, nenhuma pesquisa que está em testes clínicos avançados mostrou sinal claro de eficácia em um nível mínimo de 50%.

Em agosto, após menos de dois meses de testes em humanos, a Rússia aprovou uma vacina contra a Covid-19. A rápida aprovação fez especialistas questionarem a eficácia do imunizante.

"Esta Fase 3 [de testes clínicos] tem que ser mais longa, porque precisamos ver quão realmente protetora a vacina é e também precisamos ver quão segura ela é", afirmou Harris sem citar uma vacina.

Todas os dados informações precisam ser comparados e compartilhados, segundo a porta-voz. "Muitas pessoas foram vacinadas e o que não sabemos é se a vacina funciona neste momento não temos um sinal claro se tem ou não o nível de eficácia e segurança necessários”, completou Harris.

Comentários

Tops da Gazeta