últimas notícias
Vacina da Moderna precisa ser refrigerada a -20°C
Vacina da Moderna precisa ser refrigerada a -20°C
Foto: Reprodução/GloboNews

Covid-19: Agência Europeia aprova uso emergencial da vacina da Moderna

Imunizante pode ser aplicado em maiores de 18 anos; Comissão Europeia precisa autorizar a utilização da vacina

O uso emergencial do imunizante contra Covid-19 desenvolvido pela empresa Moderna foi aprovado pela Agência Europeia de Medicamentos (EMA). A empresa pediu autorização de aplicação em maiores de 18 anos.

Agora, o passo final para aplicação das doses nos 27 países da União Europeia é uma autorização da Comissão Europeia, que deve ocorrer ainda nesta quarta-feira, de acordo com fontes da agência de notícias “Reuters”.

Em uma rede social, a comissária de Saúde da União Europeia, Stella Kyriakides, escreveu que a aprovação final sairá "em breve".

"Com a aprovação da vacina da Moderna pela EMA, estamos mais próximos de nosso objetivo de ter um portfólio de vacinas contra a Covid-19 seguras e eficazes", disse.

Vacinas

A vacina desenvolvida pela Moderna foi aprovada junto ao imunizante da Pfizer/BioNTech, que já está sendo aplicado. As duas vacinas utilizam moléculas de ácido ribonucléico mensageiro (mRNA) para fazer com que as células humanas produzam imunidade ao "espinho" do coronavírus e, assim, evitar que ele consiga se fixar.

No entanto, o imunizante da Pfizer pode ser aplicado em maiores de 16 anos, enquanto o da Moderna é indicado para maiores de 18 anos. Além disso, a Pfizer refrigera o imunizante a -70°C e a Moderna, a -20°C.

Moderna

O imunizante da Moderna é 94,1% eficaz, de acordo com testes clínicos realizados em 30,4 mil voluntários. Os jovens adultos desenvolvem um desempenho ligeiramente melhor em comparação com idosos.

Comentários

Tops da Gazeta