últimas notícias
Aeronave deve decolar de Recife nesta sexta-feira
Aeronave deve decolar de Recife nesta sexta-feira
Foto: Tony Winston/Ministério da Saúde

Índia diz que é ‘muito cedo’ para falar sobre exportação de vacina

Avião rumo à Índia deve decolar na noite desta sexta-feira; Brasil espera importar 2 milhões de doses da vacina de Oxford produzidas por laboratório indiano

Nesta quinta-feira, o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Índia, Anurag Srivastava, afirmou que é “muito cedo” para falar sobre exportação de vacinas para outros países. Após a declaração, o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo telefonou para o chanceler da Índia reforçando o pedido para a importação das doses do imunizante ao Brasil.

O governo indiano teria mostrado “boa vontade” em liberar a carga, porém apontou “dificuldades logísticas”, ou seja, não haveria veto da Índia para a exportação das doses, de acordo com o Itamaraty. No entanto, segundo o ministério, a expectativa é de que a situação se resolva “nos próximos dias”.

Buscar vacina

O Brasil deve enviar na noite desta sexta-feira um avião rumo à Índia para buscar dois milhões de doses da vacina de Oxford/AstraZeneca. Essas doses serão essenciais para o início da vacinação contra a doença no País.

O avião estava previsto para decolar de Recife nesta quinta-feira, mas o voo foi adiado para esta sexta por “problemas logísticos internacionais”, de acordo o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello.

Em nota, o Ministério da Saúde disse que a data de retorno da aeronave "está sendo avaliada de acordo com o andamento dos trâmites da operação de logística feita pelo governo federal em parceria com a Azul". O pouso será no Aeroporto Internacional do Galeão, no Rio de Janeiro.

“Como todos sabem, a vacinação está apenas começando na Índia. É muito cedo para dar uma resposta específica sobre distribuição para outros países porque ainda estamos avaliando cronogramas de produção e entrega. Vamos tomar decisões sobre isso eventualmente, mas deve levar um tempo”, afirmou o porta-voz indiano na quinta-feira.

Segundo o jornal local “The India Times”, autoridades da Índia informaram que o envio das doses para o Brasil seria adiado por alguns dias.

Comentários

Tops da Gazeta