X

IMIGRAÇÃO

Viver nos Estados Unidos: Agência explica como se mudar para o país

Empresa especializada em imigração lista uma série de dicas que podem ajudar a dar o pontapé inicial nessa jornada.

Bruno Hoffmann

Publicado em 02/02/2023 às 12:00

Atualizado em 02/02/2023 às 12:04

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Bandeira dos Estados Unidos / Joseph Chan/Unsplash

Os Estados Unidos são o país preferido dos brasileiros que têm o sonho de morar no exterior. Segundo dados do Itamaraty, quase 2 milhões de brasileiros viver no país norte-americano. Nem todos, porém, estão legais.

Para ajudar quem tem esse sonho, a agência Morar EUA, especializada em imigração, listou uma série de dicas que podem ajudar a dar o pontapé inicial nessa jornada.

Veja abaixo as sugestões da empresa:

1.  Comece a planejar sua mudança com no mínimo dois anos de antecedência, para que você se sinta seguro em todos os aspectos: financeiro, profissional, familiar etc. Apenas o processo burocrático do visto pode demorar de 4 a 6 meses para ser concluído.

2. Faça quatro tipos de planejamentos, um profissional (qual carreira profissional você deseja seguir?), um familiar (escola para os filhos, local de moradia, busca por diferentes estilos de vida, como morar perto da praia, por exemplo), um financeiro (custo de vida, dolarização, relacionamento com bancos norte-americanos e possíveis investimentos) e um de saúde (buscar planos de saúde adequados às suas necessidades de forma que caibam no bolso é fundamental).

3. Procure uma consultoria especializada para descobrir em que tipo de visto você se encaixa. São 180 tipos de vistos disponíveis, com especificidades que você pode não conhecer.

4. Se possível, faça uma viagem exploratória à cidade de destino. Na Morar EUA, é possível contratar esse serviço, de forma que a agência faça todas as buscas a distância, arrumando a visita in loco com o cliente.

5. Conheça, com antecedência, as questões culturais, deveres e obrigações como cidadão, limites legais do seu processo de visto, crescimento financeiro no país, e acesso à saúde.

6. Iniciar um curso de inglês para chegar ao país com o idioma o melhor possível.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

CRIME DE TRÂNSITO

Motoristas pagam R$ 600 por dispositivo anti-multa

Golpe da folha magnética permite encobrir caracteres da placa do veículo

Oportunidade em Guarulhos

Feira de empregos: prefeitura e institutos devem oferecer 200 vagas em evento

Para participar dos processos seletivos é necessário levar um documento de identificação original e o currículo atualizado

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter