Publicidade

X
ADEUS AO GÊNIO

Lenda do futebol: Morte de Maradona causa comoção pelo mundo

Pelé, Messi, Marta, Cristiano Ronaldo e outras personalidades se despedem do ídolo maior do futebol argentino

Publicidade

Maradona durante sorteio de grupos para a Copa do Mundo da Rússia / Konstantin Rybin/Russian Football Union

A morte de Diego Armando Maradona, ídolo maior do povo argentino e uma lenda do futebol mundial, anunciada na tarde desta quarta-feira, causou comoção pelo mundo. Pelé, com quem o argentino alimentou certa rivalidade durante a carreira, disse ter perdido "um grande amigo".

"Que notícia triste. Eu perdi um grande amigo e o mundo perdeu uma lenda. Ainda há muito a ser dito, mas por agora, que Deus dê força para os familiares. Um dia, eu espero que possamos jogar bola juntos no céu", disse o Rei do Futebol sobre o gênio nascido na cidade de Lanús em 30 de novembro de 1960.

Outro craque brasileiro que se despediu de "Diego", como os argentinos carinhosamente chamavam o eterno camisa 10, foi Romário, que compartilhava com Maradona a fama de polêmico. "Meu amigo se foi. Maradona, a lenda! O argentino que conquistou o mundo com a bola nos pés, mas também por sua alegria e personalidade única. Já disse algumas vezes, dos jogadores que vi em campo, ele foi o melhor", disse o campeão mundial de 1994.

Para Marta, que também usa a 10, mas pela seleção brasileira, chamou o colega de profissão de "rei hermano" e "deus da bola". "Gratidão pela honra de ter conhecido você".

Lionel Messi, jogador do Barcelona, também usou as redes sociais para se despedir do compatriota. 

"Um dia muito triste para todos os argentinos e para o futebol. Ele nos deixa, mas não vai, porque Diego é eterno. Guardo todos os belos momentos vividos com ele e queria aproveitar a oportunidade para enviar minhas condolências a todos os seus familiares e amigos. Descanse em paz".

Para Cristiano Ronaldo, da Juventus, maior jogador da história de Portugal (ao lado de Eusébio), o argentino era um amigo e um gênio eterno. 

"Hoje despeço-me de um amigo e o Mundo despede-se de um gênio eterno. Um dos melhores de todos os tempos. Um mágico inigualável. Parte demasiado cedo, mas deixa um legado sem limites e um vazio que jamais será preenchido. Descansa em paz, craque. Nunca serás esquecido".

No campo político, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva também prestou as condolências, e chamou o jogador de "um grande amigo do Brasil".

O vice-presidente do Brasil, Hamilton Mourão, também homenageou o jogador. "O Maradona foi um grande craque. Lamentável ter morrido cedo, aos 60 anos de idade [...] Nossa solidariedade a todos os argentinos e aos amantes do futebol".

Veja as reações:

 

 

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Democracia

Fachin defende urnas e se opõe às fake news em mensagem para mobilização de 11 de agosto

Declarações do presidente do TSE foram feitas em meio a insinuações golpistas e ataques do presidente Jair Bolsonaro ao sistema eleitoral

INCLUSÃO

Taboão da Serra realiza eleição para Conselho da Pessoa com Deficiência

No total serão eleitos 20 membros, sendo dez titulares e dez suplentes

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software