X

PROTESTO

'Mona Lisa' é atacada com uma torta por visitante de peruca e cadeira de rodas

Após o ataque, imediatamente os seguranças começaram a levar o homem para fora

Folhapress

Publicado em 30/05/2022 às 09:07

Atualizado em 30/05/2022 às 09:13

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Quadro de Mona Lisa / REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

O quadro "Mona Lisa", de Leonardo Da Vinci, uma das pinturas mais famosas do mundo, foi atacada por um visitante no Museu do Louvre neste domingo (29). O homem, disfarçado com uma peruca e uma touca, numa cadeira de rodas, jogou algo parecido com uma torta no quadro. O arremesso, porém, não atingiu a pintura, que é protegida por um vidro resistente, e apenas deixou uma macha de creme branco no local.


Após o ataque, imediatamente os seguranças começaram a levar o homem para fora, e os funcionários iniciaram a limpeza do local. Como é possível ver em vídeos de outros visitantes, compartilhados nas redes sociais, o homem não identificado parece ter tomado a atitude como forma de protesto .


"Pensem na Terra, há pessoas que estão destruindo o planeta. Pensem no planeta, todos os artistas, pensem no planeta. Por isso fiz isso, pensem no planeta", é possível escutar o autor do ataque falando em um dos vídeos.


A "Mona Lisa", datada entre 1503 e 1506, já foi vítima de outros atentados em sua história. Em agosto de 2009, um turista jogou uma xícara de chá, que se estilhaçou ao atingir a vitrine que a protege. Já em 1974, em exibição no Museu Nacional de Tóquio, uma mulher usou um spray vermelho, que também não atingiu a pintura.


Antes, ainda em 1956, sofreu dois ataques -um com ácido, que danificou sua parte inferior, e outro de um pintor boliviano, que atirou uma pedra na pintura a óleo, também causando pequenos danos.


Ainda, em 1911, o italiano Vincenzo Peruggia roubou a obra do Louvre e a escondeu em seu apartamento. Ele foi descoberto dois anos depois, quando tentou vender a peça para o museu Gallerie degli Uffizi, em Florença.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Nasceu em julho ou agosto?

Caixa libera abono do PIS/PASEP para trabalhadores nascidos em julho e agosto

Governo deve liberar R$ 4,5 bilhões para os benefícios, sendo R$ 3,9 bilhões para o PIS e R$ 613 milhões para o PASEP

Delação Premiada

Caso Marielle: STF julga esta terça denúncia dos mandantes envolvidos no crime

Ministros vão decidir se os suspeitos se tornarão réus por homicídio e organização criminosa; acusados estão presos desde março

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter