X

Nova Zelândia

Por falha de software, postos de gasolina ficam sem combustível

O sistema não identificou o pagamento por não reconhecer o dia 29 de fevereiro

Yasmin Gomes

Publicado em 29/02/2024 às 18:30

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Na Nova Zelândia, vários postos de combustível pararam de funcionar devido a um erro de reconhecimento no software / Thiago Neme/Gazeta de S.Paulo

Siga as notícias da Gazeta de S.Paulo no Google Notícias

Nesta quinta-feira (29), na Nova Zelândia, vários postos de combustíveis pararam de funcionar devido a um erro de reconhecimento no software que gerencia o pagamento das empresas. A falha aconteceu pois o sistema não identificou o dia extra do ano bissexto.

Leia Também

• Vídeo: Helicóptero com seis pessoas cai na Colômbia logo após decolagem

Preço da gasolina e do diesel sobem nesta quinta com novo ICMS

As empresas Allied Fuel, Gull, Z Energy e BP, que operam no país, confirmaram que as bombas de combustível funcionam em sistema de self-service, ou seja, não precisam da presença de um funcionário, desta forma houve a falta de reabastecimento causado pelo equívoco do sistema.

Faça parte do grupo da Gazeta no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Esclarecimento

John Scott, executivo do grupo Ivenco, que fornece o software de pagamento, confirmou que o sistema travou por conta de uma falha provocada pelo ano bissexto. O problema já foi resolvido e as bombas estão funcionando corretamente. A empresa afirmou que investigará a falha. O texto conta com informações do “G1”.

Como a Nova Zelândia está próxima à Linha Internacional de Mudança de Data, o país é um dos primeiros a entrar em um novo dia, portanto, um dos primeiros a sofrer eventuais confusões causadas pelo dia 29 de fevereiro, que ocorre de quatro em quatro anos.

*Texto sob supervisão de Matheus Herbert

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

NESTA TARDE

Tarcísio de Freitas vai anunciar trens da Capital a Santos e ao Vale do Paraíba

Segundo apurado pela Gazeta, anúncios serão sobre a contratação de estudos para dois novos Trens Intercidades, com ligação da Capital a Santos e a São José dos Campos

Transportes

SPTrans abre Licitação para centralizar arrecadação bilionária do Bilhete Único

Empresa busca instituição financeira para gerenciar cerca de R$ 7,2 bilhões arrecadados anualmente com o Bilhete Único

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter