Publicidade

X
SANÇÃO

Reino Unido adota sanções contra empresas aéreas russas

A medida pode impedir Moscou de lucrar cerca de 50 milhões de libras

Publicidade

Aeroporto Internacional de Londres, um dos mais movimentados / Reprodução Facebook

O Reino Unido impôs, nesta quinta-feira, 19, novas sanções contra o setor de aviação da Rússia, em mais uma etapa da campanha em retaliação pela guerra na Ucrânia. As medidas miram nas companhia aéreas estatais Aeroflot e Rossiya Airlines, além da Ural Airlines.

Segundo comunicado, as empresas ficam proibidas de vender seus slots de pouso lucrativos e não utilizados nos aeroportos britânicos, o que impediria Moscou de lucrar com cerca de 50 milhões de libras.

A secretária do Tesouro do Reino Unido, Liz Truss, afirmou que o país manterá pressão sobre o Kremlin enquanto o presidente russo, Vladimir Putin, insistir com o "bárbaro ataque" ao território ucraniano. "Toda sanção econômica reforça nossa mensagem clara a Putin - não vamos parar até que a Ucrânia prevaleça", disse a secretária.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Brasil

Saiba o que muda com a nova prova de vida do INSS

Comprovação deixa de ser presencial e baseia-se em cruzamento de dados

Saúde

Anvisa determina recolhimento do remédio 'Losartana', usado para tratar hipertensão

Produtos devem ser retirados das farmácias em até 120 dias

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software