Publicidade

X

Capital

Covas altera regras do Bilhete Único e reduz integração

Bruno Hoffmann

Publicado em 26/02/2019 às 01:00

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

As mudanças no Bilhete Único foram estabelecidas em decreto publicado no sábado e entrarão em vigor em 90 dias / / Thiago Neme/Gazeta de S.Paulo

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), determinou o fim da comercialização do Bilhete Único não identificado e a redução no número de embarques na integração com o vale-transporte. As novas regras também abrem a possibilidade de anúncios publicitários nos cartões.

As mudanças foram estabelecidas em decreto publicado no sábado (25), e entrarão em vigor em 90 dias. As alterações nas regras de integração valem a partir de 1º de março.

De acordo com o texto, "a partir da entrada em vigor do decreto", a SPTrans apenas comercializará cartões de Bilhete Único personalizados e vinculados ao usuário cadastrado no site da autarquia. O cartão identificado tem a foto, nome completo e número da identidade do usuário.

"Os cartões de Bilhete Único não personalizados e sem registro ou cadastro prévio de informações do titular serão, a critério da SPTrans, gradativamente descontinuados", determina o decreto.

Segundo o texto, os créditos nos cartões desativados poderão ser transferidos para outros cartões.

A portaria que regulamentará a transferência ainda será editada pela Secretaria Municipal de Transportes.

VALE-TRANSPORTE.

A gestão do prefeito Bruno Covas também altera o período de integração do cartão de vale-transporte do Bilhete Único.

Hoje, o trabalhador pode embarcar em até quatro linhas no período de duas horas. O novo decreto estabelece que a integração permitirá apenas dois embarques em três horas. Estudantes de Meia-tarifa continuarão a ter direito a quatro embarques no período de duas horas. Para usuários do cartão Bilhete Único Comum, o prazo cai para três horas.

Nos domingos e feriados, a integração poderá ser realizada em até quatro embarques no período de oito horas desde que a última recarga tenha sido realizada no valor mínimo de quatro tarifas, que desde janeiro é de R$ 4,30 cada. (EC)

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

ÁGUA NA BOCA

Não sabe qual sobremesa fazer na Páscoa? confira 4 receitas fáceis de fazer

Cozinheiro deu 4 dicas de receitas de sobremesas para fazer no domingo de Páscoa; confira nesta reportagem da Gazeta

HISTÓRIAS E BIOGRAFIA

Ana Hickmann, 43 anos: Conheça história e polêmicas da apresentadora

Apresentadora, modelo e empresária de sucesso; Ana Hickmann tem uma carreira repleta de curiosidades

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter