Publicidade

X
trânsito

Cratera na marginal da Dutra provoca trânsito em Guarulhos

Duas pistas na altura do km 214,5 estão bloqueadas desde a noite desta última quinta-feira (6)

Publicidade

A pista marginal da Via Dutra (SP-116), na altura do km 214, em Guarulhos, sentido SP, está bloqueada devido à cratera que se abriu na pista. / Divulgação/PRF-SP

As duas pistas da via marginal da rodovia Presidente Dutra, em Guarulhos, na Grande São Paulo, foram interditadas depois que o asfalto cedeu e provocou uma cratera na via, nesta última quinta-feira (6).

Segundo a PRF (Polícia Rodoviária Federal), o asfalto no km 214 da marginal, sentido São Paulo, apresentou fissuras na pista direita ao longo do dia até a queda total. O trânsito precisou ser desviado para a via expressa, que ficou congestionada. O trecho liga a região central de Guarulhos a vários bairros da cidade.

Por volta das 9h desta sexta (7), motoristas enfrentavam congestionamento ao menos entre os km 207 e 214 da Dutra, de acordo com a PRF, que afirmou ter a previsão da liberação de uma faixa da marginal o período da tarde.

Os motoristas que se encontram na Dutra têm que seguir pela pista expressa, já a partir do km 211, retornando à pista lateral na altura do km 215, em Cumbica. Não há previsão de liberação da via, de acordo com a polícia rodoviária.

Segundo a Prefeitura de Guarulhos, os motoristas que estão em bairros das regiões de Bonsucesso e Ponte Alta devem buscar rotas alternativas por dentro da cidade rumo ao centro da cidade.

A Defesa Civil de Guarulhos afirmou, em um primeiro momento, que não havia risco para casas vizinhas ao acidente e que nenhuma havia sido atingida. Mais tarde, disse que 12 residências foram interditadas.

"A Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social já cadastrou essas 12 famílias, que formam um total de 43 pessoas, e irá providenciar o acolhimento de todas", afirmou a prefeitura, em nota.

A GCM (Guarda Civil Municipal) de Guarulhos foi ao local para dar segurança, segundo nota da prefeitura.

A Secretaria Municipal de Obras afirmou ter encaminhado ofícios à ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), ao Ministério da Infraestrutura e à CCR NovaDutra, concessionária responsável pela rodovia, para a tomada de providências urgentes.

Em nota, a concessionária afirmou que equipes de engenharia e de conservação atuam no local para minimizar os impactos no tráfego e que foi feita a abertura de uma contingência no km 214,5 para acesso à via expressa, com retorno para marginal no km 215.

A CCR Nova Dutra disse que por enquanto não pode dizer o que provocou o acidente e não deu prazo para os reparos.

Nos trabalhos de reparo, por volta das 9h funcionários da concessionária viram um cão da raça poodle preso na fissura do asfalto deteriorado. Vídeos divulgados pela Polícia Rodoviária Federal mostram o cachorro escondido entre as pedras e o resgate, que levou cerca de 1h30, feito por dois trabalhadores da obra. Um deles conseguiu pegar o animal no colo e colocar numa caixa de transportes.

Questionada, a NovaDutra disse que o cachorro foi levado para uma ONG que cuida de animais em Guarulhos. A polícia rodoviária disse não saber quem é o dono.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

OPORTUNIDADE

Cate-SP tem 700 vagas de emprego com inscrições até quarta-feira

As candidaturas podem ser realizadas pela internet ou presencialmente nas unidades do Cate da Capital

SEGURANÇA PÚBLICA

Taxa de homicídios no estado de SP é a mais baixa da história

Pela primeira vez, Segurança Pública do Estado registra índice menor que 6 ocorrências por 100 mil habitantes nos últimos 12 meses

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software