Publicidade

X

Capital

Linha que liga Perus à Lapa é a mais violenta

Vanessa Zampronho

Publicado em 03/05/2019 às 01:00

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Passageiros que usam a linha 8055/10 (Perus-Lapa) precisam tomar cuidado redobrado. Ela é a mais violenta da Capital, com mais casos de roubos aos usuários, de acordo com uma pesquisa da SP Urbanuss (Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros de São Paulo). Em segundo lugar no ranking está a linha 8050/10 (Morro Doce-Lapa). Ambas as linhas saem da zona norte e vão até a zona oeste da cidade.

No levantamento feito pela SP Urbanuss, só em 2019 já foram três assaltos a passageiros no trajeto Perus-Lapa, e dois na linha Morro Doce-Lapa. Esse índice alto de ocorrências já havia sido identificado em 2015, quando na 8055/10 foram 31 notificações do tipo, e 24 assaltos na 8050/10.

Para evitar ter seus pertences levados por assaltantes, os passageiros guardam em bolsas e mochilas, e até os cobradores fazem alertas para que eles escondam os aparelhos celulares. Alguns usuários deixam até de levar documentos pessoais para não serem roubados. Os usuários da linha 8055/10 dizem que o trecho mais perigoso da viagem fica na rodovia Anhanguera, que é onde acontecem os assaltos tanto dentro do ônibus quanto nos pontos, ao longo da estrada.

A Guarda Civil Metropolitana (GCM) e a Polícia Militar (PM) orientam os passageiros, motoristas e cobradores a registrar Boletim de Ocorrência depois dos assaltos. Já a Secretaria de Segurança Pública informou que vai estudar os números informados e reorganizar a vigilância desta região, organizando as rondas policiais no trajeto destas linhas para combater tais ocorrências dentro dos coletivos. Além disso, a SSP disse que faz constantemente ações para evitar os roubos dentro das linhas de ônibus na Capital. (GSP)

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Educação

Taboão da Serra inicia entrega do uniforme escolar

Expectativa é que até o dia 15 de março todos os estudantes tenham recebido o kit completo

Direitos Humanos

'Inconcebível', diz Alckmin sobre ataques contra civis em Gaza

Assim como Lula, vice-presidente fez apelo à comunidade internacional

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter