Publicidade

X

Capital

Vizinhos estão expostos a níveis alarmantes de ruídos

MINHOCÃO. De acordo com pesquisa, o problema chega a dobrar quando a via está aberta para carros

Matheus Herbert

Publicado em 25/04/2019 às 01:00

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

A pesquisa foi feita em parceria com a prefeitura e monitorou 62 pontos da região central de SP / / DARIO OLIVEIRA/FOLHAPRESS

De acordo com uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira para a Qualidade Acústica (ProAcústica), os moradores que vivem próximos ao Elevado João Goulart, conhecido como Minhocão, que liga a região central à zona oeste de São Paulo, estão submetidos a níveis alarmantes de ruídos. O problema chega a dobrar quando a via está aberta para carros.

Em entrevista ao SP1, da "TV Globo", a gerente técnica da ProAcústica, Priscila da Silva Wunderlich, diz que pesquisas do tipo servem para melhorar a qualidade de vida dos moradores. "O mapa é importante para identificar as áreas mais ruidosas da cidade. Assim, o poder público identifica quais regiões precisam de algum tipo de plano de ação para diminuir o ruído e melhorar a qualidade de vida da população".

A pesquisa da associação foi feita em parceria com a Prefeitura de São Paulo e monitorou 62 pontos da região central da capital paulista. Ainda de acordo com a gerente, o trânsito é o principal causador de poluição sonora nas cidades.

PARQUE.

Em fevereiro deste ano, a prefeitura de São Paulo, gestão Bruno Covas (PSDB), anunciou que irá desativar o elevado Presidente João Goulart e transformá-lo em um parque suspenso.

As obras devem começar no segundo semestre deste ano. O trabalho será realizado em diferentes etapas, com implantação de obras de acessibilidade, segurança e parque linear.

Segundo o executivo municipal, o custo está estimado em R$ 38 milhões. A previsão de conclusão das obras é dezembro de 2020.

O governo estima que a primeira etapa de obras esteja pronta ainda o fim deste ano. (GSP e FP)

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Esportes

Corinthians é eliminado do Campeonato Paulista

Agora, o clube terá que conquistar a vaga na Copa do Brasil de 2025 de outro jeito

Mundo

Pesquisa afirma que Trump tem 48% das intenções de voto nos EUA

Os resultados mostram que 48% dos entrevistados afirmaram que votariam em Trump

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter