últimas notícias

Em destaque

Oficialização do caixa dois. A Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei que altera regras para partidos e eleições. É a segunda vez que o texto passa pela Casa. O Senado havia retirado os dispositivos que facilitavam o caixa dois e dificultavam a fiscalização das contas eleitorais pelo TSE. Ficou, porém, o fundo eleitoral sem valor pré-definido. Os deputados trouxeram de volta os dois pontos que facilitam caixa dois — um é a anistia a multas por desaprovação de contas e, o outro, a autorização de que o pagamento de advogados durante o pleito não precise ser contabilizado como gastos de campanha. São dinheiros que não precisarão ser explicados.

Mega-Sena. O governo terá de pagar R$ 120 milhões a um grupo de 49 petistas. São, todos, funcionários da liderança do partido na Câmara. Venceram, num bolão, a Mega-Sena sorteada na última quarta-feira (18). Cada um apostou R$ 10. Levarão para casa R$ 2,5 milhões. O grupo aposta há mais de dez anos em todos os sorteios. Segundo o deputado Aliel Machado, do PSB paranaense, o PT estuda mudar a orientação sobre taxar grandes fortunas.

Aumento de sarampo. O número de casos confirmados de sarampo ultrapassou 4 mil no estado de São Paulo, segundo balanço divulgado. Mais de 55% estão na Capital e até o momento três pessoas morreram em decorrência da doença. A vacinação contra o sarampo está disponível na rede pública até os 49 anos. Mas quem precisa tomar as doses? Com exceção de quem possui comprovação de que se protegeu adequadamente, o indicado é voltar ao posto de saúde para um reforço.

Casamento Coletivo. Inscrições abertas para o Casamento Coletivo Igualitário nos Centros de Cidadania LGBTI em São Paulo. A cerimônia está prevista para acontecer na 1ª quinzena de novembro e é uma iniciativa da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania, por meio da Coordenação de Políticas para LGBTI. A ação tem como objetivo unir legalmente casais homoafetivos que desejam oficializar a união civil e não possuem condições financeiras. Os casais interessados deverão comparecer em um dos Centros de Cidadania LGBTI até o dia 26. O Casamento Coletivo Igualitário surgiu em 2017 como parte integrante da campanha "São Paulo Com ReSPeito". Os casais interessados deverão comparecer em um dos Centros de Cidadania LGBTI de 19/09 a 26/09.

Comentários

Tops da Gazeta