últimas notícias

Em destaque

Vacinados podem transmitir. Dados publicados pelo periódico científico The Lancet mostram que a Covishield reduz em 70% a possibilidade de desenvolvimento da Covid-19 em pessoas com menos de 55 anos. Novamente: ainda há risco de ficar doente. E, mesmo sem desenvolver a doença, os vacinados ainda podem se contaminar e transmitir o novo coronavírus. Como ainda há pouquíssimos vacinados no Brasil -menos de 3% da população até agora-, o risco de alguém que tomou a vacina encontrar o vírus e transmiti-lo (mesmo sem ficar doente) para quem ainda não esteja protegido é bem grande. Por isso, mesmo quem já tenha tomado as duas doses da vacina contra Covid-19 tem de seguir todos os protocolos amplamente conhecidos para segurar a transmissão da doença. Sem festinha.

Kassab denunciado. A Promotoria Eleitoral de São Paulo apresentou denúncia contra o presidente do PSD, Gilberto Kassab, na qual o acusa de corrupção, lavagem, associação criminosa e caixa dois relacionado ao frigorífico JBS. O Ministério Público afirma que Kassab, ex-prefeito de São Paulo de 2006 a 2012, recebeu indevidamente do grupo empresarial R$ 16 milhões de 2014 a 2016 por meio da empresa Yape Assessoria e Consultoria, na qual ele tinha participação societária. A investigação partiu da delação premiada, firmada em 2017, de executivos da JBS, como um dos donos da companhia, Wesley Batista. O empresário na ocasião disse que remunerava o ex-prefeito por meio de contratos superfaturados de aluguel de caminhões com a Yape. O ex-prefeito sempre negou todas as acusações.

Índice de contaminação. Uma pesquisa divulgada na quinta-feira (25) pela Prefeitura de São Paulo apontou que a zona leste concentra a maior quantidade de pessoas que tiveram contato com a Covid-19 da cidade. O levantamento também mostrou que a taxa de assintomáticos em toda a Capital foi de 30% para 43%. De acordo com o estudo, 22,9% dos moradores da zona leste já foram infectados pelo coronavírus. Paralelamente, o índice é de 13,2% na região centro-oeste, 12,3% na região norte, 11,8% na região sudeste, e 16,4% na zona sul.

Aumento de homicídios. O estado de SP encerrou o primeiro mês do ano com elevação de 8,4% no número de homicídios dolosos. Foram contabilizados 285 homicídios no Estado, ante 263 computados no mesmo mês do ano passado. A quantidade de vítimas de homicídio também subiu, de 277 para 296, uma elevação de 6,9%. Os dados, divulgados são da SSP (Secretaria de Segurança Pública) do Estado. O número de estupros também aumentou, de 1.066 casos para 1.095, na mesma comparação, entre janeiro de 2020 e o primeiro mês de 2021, uma alta de 2,7%.

Comentários

Tops da Gazeta