últimas notícias
Em destaque
Por Pedro Nastri - Colaborador
[email protected]
Pedro Nastri é colunista da Gazeta e âncora na Rádio Trianon 740 AM
Pedro Nastri é colunista da Gazeta e âncora na Rádio Trianon 740 AM

Pedro Nastri traz sua visão sobre a cidade de São Paulo

Veja o que de mais importante aconteceu na vida política e social da metrópole durante a semana

Incentivo fiscal estadual. A Associação Comercial de São Paulo (ACSP) e a Confederação Nacional da Indústria (CNI) cobram contrapartidas do governo de São Paulo para enfrentar os prejuízos previstos em razão do retorno da fase vermelha no Estado para combater a disseminação da Covid-19. Segundo uma pesquisa encomendada pela CNI, 75 mil lojas fecharam as portas no país durante o ano passado. Por essas razões, o presidente da ACSP, Alfredo Cotait Neto, afirma que é preciso priorizar a saúde mas, ao mesmo tempo, oferecer um alívio financeiro para as empresas.

Bolsa-trabalho. O governador João Doria enviou à Alesp o projeto "Bolsa-trabalho", que prevê um auxílio de R$ 450 por até cinco meses para desempregados. O projeto deverá beneficiar 70 mil desempregados até o final do ano, em parceria com as prefeituras, oferecendo bolsa-auxílio e qualificação profissional on-line. A medida altera o Programa Emergencial de Auxílio-Desemprego (PEAD), também conhecido como Frente de Trabalho. O PEAD oferece um benefício mensal de R$ 330, composto por uma bolsa auxílio de R$ 210, uma cesta básica de R$ 86, auxílio-deslocamento de R$ 34 e seguro contra acidentes pessoais. As principais mudanças na proposta são: o aumento do auxílio, a possibilidade de órgãos públicos (como prefeituras) ampliarem as bolsas, qualificação profissional on-line e a inclusão de novos serviços de trabalho.

Cresce PIB Paulista. Doria e o Secretário da Fazenda e Planejamento Henrique Meirelles anunciaram que o PIB de São Paulo manteve o crescimento no ano de 2020, considerado o mais difícil da história recente em razão dos reflexos negativos da pandemia do coronavírus. De acordo com cálculos da Fundação Seade, o PIB do estado de São Paulo registrou crescimento de 0,4%, resultado que demonstra os esforços e a correta condução das políticas econômicas pelo Governo de SP. "Enquanto o PIB do Brasil recuou 4,1%, o PIB do Estado de São Paulo avançou positivamente 0,4%. O crescimento econômico, em meio à pandemia que devasta o País, é um sinal de força da economia do estado de São Paulo", pontuou o governador João Doria.

Carne sintética. A chamada carne de laboratório deve chegar às prateleiras dos supermercados brasileiros entre 2024 e 2025. A tecnologia tenta suprir a demanda por proteína animal com menos impacto ambiental, já que não é preciso o abate para produzir o alimento. A promessa é que o produto tenha o mesmo sabor, textura e até o mesmo cheiro da proteína animal. A proposta vem da BRF, uma das maiores empresas do setor de alimentos do mundo, em parceria com a startup israelense Aleph Farm, que já desenvolveu a tecnologia necessária em outros países.

 

Comentários

Tops da Gazeta