últimas notícias
O procedimento dura entre 40 e 50 minutos, e não há cicatriz
O procedimento dura entre 40 e 50 minutos, e não há cicatriz
Foto: Wavebreakmedia_micro/Freepik

Rosto mais fino: saiba mais sobre a bichectomia

Celebridades passaram a apresentar um rosto mais fino depois de serem submetidas à bichectomia, mas cuidado: não é recomendado para todo mundo

É como se fosse uma lipoaspiração facial: o cirurgião plástico retira um pouco de gordura do rosto e deixa-o mais fino. Esse procedimento é o responsável por deixar os rostos de celebridades brasileiras e do exterior mais afinados – e aumentar a procura por esse procedimento, que tem um nome peculiar: bichectomia.

“É a retirada do corpo adiposo da bochecha, que foi descoberto pelo médico Bichat. Devido ao sobrenome dele, se dá o nome bichectomia. Esse corpo adiposo é a bola de Bichat”, explica o cirurgião plástico Luís Felipe Maatz, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP).

O procedimento dura entre 40 e 50 minutos, e não há cicatriz: a cirurgia é feita pela parte de dentro da boca. “O acesso é feito pela bochecha, internamente. É feito um pequeno corte, de aproximadamente 2 a 2,5 cm, e é realizada a ressecção [retirada] parcial dessa gordura”. Ela pode ser feita tanto com anestesia local com sedação do paciente quanto anestesia geral, e não há a necessidade de internação. O paciente vai embora no mesmo dia.

Embora possa parecer simples, a bichectomia é uma cirurgia delicada e deve ser feita por um profissional habilitado. “Nesta região há estruturas importantes além da bola de Bichat, como algumas veias e artérias da face, o nervo facial, responsável pela movimentação dos músculos da face, e o ducto parotídeo, da glândula parótida, a principal que produz a saliva”, adverte.

A recuperação da cirurgia é bastante parecida com a da retirada do dente do siso. “Tem um inchaço no local e é importante, além de tomar os remédios passados pelo cirurgião, evitar alimentos muito duros, muito quentes. Precisa de um certo repouso da região afetada. E tem os pontos internos na mucosa: é importante fazer uma higiene bucal adequada, para evitar restos de alimentos na incisão”, explica. O inchaço começa a sumir entre 15 e 30 dias, e o resultado final aparece de três a seis meses depois.

Macaque in the trees
Arte: Gazeta de S.Paulo

E é o profissional experiente que vai dizer se a bichectomia é o melhor procedimento para o paciente. “Tem que ser feita uma avaliação adequada e individualizada, do porquê o paciente tem o rosto redondo. Algumas vezes pode ser que ela tem um volume no rosto que não é devido à bola de Bichat”, explica.

Além disso, procurar um profissional habilitado traz segurança quanto à realização da bichectomia. “Temos visto muitos pacientes sofrendo lesão de alguma dessas estruturas da face e sendo encaminhados aos cirurgiões plásticos para fazer uma cirurgia reparadora. Muitas vezes, necessita fazer uma abertura ampla das estruturas da face, o que torna o procedimento bem complexo”. O médico também orienta o paciente sobre os efeitos da bichectomia a longo prazo, já que ao longo do tempo, a pele do rosto muda.

“Há uma perda de colágeno na pele e de volume de todos os componentes da face. Pessoas mais suscetíveis a esse processo de atrofia podem ter uma flacidez adicional do rosto”, completa.

Bichectomia, botox ou preenchimento facial?

Tudo depende da necessidade do paciente. A bichectomia é a retirada de uma parte da gordura do rosto, e tem indicações próprias. A aplicação da toxina botulínica (o Botox) paralisa os músculos, e ajuda a suavizar as rugas, marcas entre os olhos e suaviza o olhar. O preenchimento facial também diminui os sinais das rugas na pele e modela o rosto. Outra diferença é com relação à duração: a bichectomia é permanente; o Botox dura até seis meses, e o preenchimento facial, até um ano.

Galeria de Fotos

Comentários

Tops da Gazeta