Publicidade

X

Saúde

SUS amplia distribuição de canetas de insulina para pacientes com diabetes a partir de 45 anos

Campanha Caneta da Saúde tem o objetivo de divulgar a disponibilidade e os benefícios do dispositivo; iniciativa contará novamente com caminhão itinerante, gibi e ativações com influenciadores, além de Kwaizaço, game, filtro, ações em comunidades e jingle

Da Reportagem

Publicado em 03/08/2022 às 12:20

Atualizado em 03/08/2022 às 14:05

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

A caneta preenchida com insulina é considerada um dos métodos mais eficazes e seguros para o tratamento de diabetes tipo 1 e 2 / Divulgação

Com a divulgação da Nota Técnica No 169/2022, o Ministério da Saúde estabeleceu a ampliação da faixa etária de pacientes com diabetes tipo 1 e 2 que poderão ter acesso gratuito à caneta de insulina disponibilizada pelo SUS. Agora, além de pessoas com até 19 anos de idade, adultos a partir de 45 anos podem receber o medicamento nos postos ou nas unidades básicas de saúde (UBS), desde que tenham indicação e receita médica.

A partir dessa Nota, 70% dos pacientes com indicação de insulina humana terão acesso à caneta e, em 2023, a previsão é atender 100% das pessoas que precisam do medicamento.

Leia Também

• DPU aponta restrição em planos de saúde como inconstitucional

A caneta preenchida com insulina é considerada um dos métodos mais eficazes e seguros para o tratamento de diabetes tipo 1 e 2. Para disseminar a informação sobre a disponibilidade do medicamento, a campanha Caneta da Saúde segue visitando diversas cidades do Brasil e nos dias 04 e 05 chega em Osasco (SP).

A iniciativa é fruto da parceria entre a Associação de Diabetes Juvenil (ADJ), a Associação Nacional de Atenção ao Diabetes (ANAD), o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (CONASEMS), a Frente Nacional de Prefeitos (FNP) e a Novo Nordisk, empresa líder global de saúde dedicada a promover mudanças para vencer o diabetes, obesidade e outras doenças crônicas graves.

De acordo com a diretora médica da Novo Nordisk, Priscilla Mattar, a continuação da campanha é essencial, especialmente em um momento em que a prevalência do diabetes cresce no mundo inteiro. "Somente no Brasil, mais de 16 milhões de pessoas convivem com a doença.1 Em 2021, a campanha Caneta da Saúde levou informação e educação a quase 45 milhões de pessoas e, com a expansão das ações este ano, esperamos ir além", explica.

Caminhão da Saúde

Como parte da campanha, o Caminhão da Saúde irá percorrer 20 cidades, de dez estados brasileiros, levando não apenas a informação sobre a disponibilidade da caneta, mas atividades interativas, como aulas de dança, game sobre alimentação saudável e um mini estúdio para criação de conteúdo e compartilhamento nas redes sociais.

Nos dias 04 e 05 de agosto, o veículo ficará na Policlínica Zona Sul, localizada na Rua José Gimenes Gomes, 1 - Osasco (SP). Na sequência, visita as cidades de São Bernardo do Campo (SP), Criciúma (SC), Florianópolis (SC), entre outras.

Demais ações da campanha

Além do caminhão, a campanha conta com uma série de iniciativas, como hotposts disponibilizando wi-fi gratuito nas comunidades da Rocinha e Jacarezinho (RJ), Paraisópolis e Heliópolis (SP), Amaralina e Valéria (BA) (para utilizar a internet será preciso assistir ao conteúdo produzido sobre a campanha), gibis da Turma da Mônica personalizados sobre o diabetes, ativação com influenciadores digitais, Kwaizaço -- ação com influenciadores do aplicativo Kwai, filtro gamer para utilizar no Instagram e um jingle em vários ritmos, do pop ao sertanejo.

Em 2021, 27 cidades receberam a campanha. Foram, aproximadamente, 26.000 km percorridos e mais de 50 mil pessoas atendidas que tiveram a possibilidade de tirar suas dúvidas e entender os verdadeiros benefícios da caneta preenchida de insulina.

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

SEGURANÇA PÚBLICA

Sindicato protesta contra Derrite por exclusão da Polícia Civil de operação em SP

Presidente do sindicato dos delegados disse que decisão de Derrite de dar mais protagonismo à PM em detrimento à Polícia Civil pode 'fragilizar a estrutura policial'

Programa Jovem Aprendiz

Em busca do primeiro emprego? Empresa Raízen está com 240 vagas abertas

Interessados em se candidatar devem ter entre 16 e 21 anos; não é necessário ter experiência prévia

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter