últimas notícias
A sugestão é adotar modelo que permita vendas de baixo custo e doações. A iniciativa foi anunciada após pedido da Abras
A sugestão é adotar modelo que permita vendas de baixo custo e doações. A iniciativa foi anunciada após pedido da Abras
Foto: Mehrad Vosoughi/Unsplash

Procon notifica 164 estabelecimentos por aumento no preço do arroz

Se for comprovado um aumento desproporcional nos valores, os estabelecimentos responderão a processo administrativo

Até esta quinta-feira (17), 164 empresas foram notificadas pelo Procon-SP para apuração dos aumentos injustificados em produtos da cesta básica.

A operação de enfrentamento aos aumento injustificado de preços tem como foco o arroz (pacote de 5 kg), óleo (embalagem de 900 ml) e carnes vermelhas (patinho, coxão mole, coxão duro e contrafilé). A puração foi iniciada na segunda-feira (14).

De acordo com órgão, os maiores preços encontrados no estado de São Paulo foram: R$ 31,90 o pacote de de arroz 5 kg; R$ 8,49 no óleo de soja (900 ml). Na Capital, os maiores preços encontrados foram: arroz tipo 1: R$ 27,90; no óleo de soja (900 ml): R$ 7,73; no patinho (kg): R$ 47,69; no coxão mole (kg): R$ 55,61; no coxão duro (Kg):R$ 53,11 e contrafilé (Kg): R 64,99.

Se for comprovado um aumento desproporcional nos valores, os estabelecimentos responderão a processo administrativo. O consumidor pode denunciar preços abusivos através do site procon.sp.gov.br ou marcar @proconsp no Twitter.

Comentários

Tops da Gazeta