últimas notícias
 Museu Casa Candido Portinari, em Brodowski, no interior de São Paulo
Museu Casa Candido Portinari, em Brodowski, no interior de São Paulo
Foto: Divulgação/Alexandre Moreira/A2FOTOGRAFIA

Museu Casa de Portinari terá programação especial para o Dia das Crianças

Atividades começam na segunda-feira

O Museu Casa de Portinari, instituição da Secretaria da Cultura e Economia Criativa do Estado, gerida pela ACAM Portinari, está com uma programação especial para o mês das crianças.

A data oficial, na segunda-feira (12), será contemplada com uma contação de histórias. Os educadores do Museu narrarão os encantos, os sonhos e os medos que fizeram parte da infância do pintor que tem origem em Brodowski, no interior de São Paulo.

Na terça-feira (13), as redes do equipamento compartilharão um vídeo do programa “Cultura é Currículo”, de 2010. Foram 41 vídeos de instituições culturais e locais históricos visitados pelos alunos dentro do projeto “Lugares de Aprender”, sendo 32 filmes de espaços localizados no interior do Estado de São Paulo e outros nove situados na capital. A apresentação do Museu Casa de Portinari ficará por conta de dois adolescentes que fizeram um passeio pelo local e por Brodowski.

Na mesma semana, no Dia dos Professores (em 15 de outubro), o Museu Casa de Portinari fará uma homenagem aos profissionais de Brodowski. Ainda, o público poderá conferir, de casa, a faceta de professor de Candido Portinari; em 1935, o artista foi convidado a lecionar pintura mural e de cavalete no Instituto de Arte da Universidade do Distrito Federal (RJ,) ocasião em que teve como alunos Burle Marx (1909-1994) e Edith Behring (1916-1996), entre outros. Também, uma oficina educativa ensinará a produzir um cata-vento. Será no domingo (18).

Atividades

A agenda está disponível pelas redes sociais do Museu e pelo site especial do Cultura em Casa.

Além das atividades online, o Museu Casa de Portinari está aberto para visitação. Os interessados devem utilizar máscaras de proteção (obrigatório), manter distância de 2 metros entre as pessoas, respeito à capacidade máxima de cada ambiente e aos horários de saída, seguir o percurso orientado pelos funcionários e atenção às lixeiras especificas para descarte de máscaras e lenços. Além disso, o passeio presencial está com capacidade reduzida para 40% e o tempo de permanência é restrito.

Comentários

Tops da Gazeta