Publicidade

X
EVENTO

Associação promove seminário sobre novos paradigmas para resolução de conflitos

AB2L promove nos dias 24, 25 e 26 de maio palestras e debates sobre os novos paradigmas para a resolução de conflitos

Publicidade

Evento será on-line / Divulgação

O seminário "Justiça 4.0: os novos paradigmas para a resolução de conflitos", que será promovido pela Associação Brasileira de Lawtechs e Legaltechs (AB2L) nos dias 24, 25 e 26 de maio, pretende conectar o universo jurídico à realidade 4.0. Segundo os organizadores, o evento vai contará com palestrantes e debates sobre os novos paradigmas para a resolução de conflitos.

Cada painel terá duração de 1h e cada palestrante falará de 5 a 7 minutos sobre o tema. No fim da sessão, os participantes poderão fazer perguntas e interagir sobre os assuntos que serão abordados.

Na segunda-feira, dia 24, às 18h, Andrea Maia - Fundadora da Mediar360 e Vice Presidente de Mediação do CBMA, Paulo Eduardo Leite Marino - Machado Meyer Sendacz e Opice Advogados | Sócio e João Luiz Lessa Neto - Doutor pela USP. Secretário-geral da Câmara Ciesp/Fiesp irão falar sobre o futuro da mediação e da conciliação.

Na terça-feira, dia 25, no mesmo horário, Alfredo Viana, gerente jurídico no UHG Brasil, e Marília Lins Oliveira, gerente jurídica no Mercado Livre, conversarão sobre a Revolução na resolução de conflitos nos Departamentos Jurídicos.

No último dia de programação, dia 26, às 18h, Fernanda Mattar Furtado Suriani, procuradora federal, João Alves Silva - Assessor Especial da Diretoria Jurídica do Banco do Brasil, Giovani Ravagnani, Head of Legal da Buser, e Juliana Domingues - Secretária Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça e Segurança Pública, discutirão os novos paradigmas para a resolução de conflitos

Para acessar o evento basta fazer sua inscrição pelo link mla.bs/a150c2ec.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Turismo

5 curiosidades da Ilha de Fernando de Noronha que você não sabia

As praias mais bonitas do mundo, no Nordeste do Brasil, escondem curiosidades que ninguém imagina

Disputa judicial

Igreja aciona Justiça após prefeitura de Caçapava construir área de lazer em terreno privado

Gestão municipal instalou uma academia ao ar livre em um terreno de 16 mil metros quadrados que pertence à Diocese de Taubaté

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software