últimas notícias
Em São Paulo, os quatro tipos de combustível tiveram os menores registros no preço médio
Em São Paulo, os quatro tipos de combustível tiveram os menores registros no preço médio
Foto: Thiago Neme/Gazeta de S.Paulo

Preço dos combustíveis sobe no sudeste do Brasil

Valor médio do diesel é mais alto em Minas Gerais; etanol e gasolina estão mais caros no Rio de Janeiro

O preço do etanol e da gasolina voltou a subir em todos os estados da região sudeste no início de 2021, segundo o Índice de Preços Ticket Log (IPTL). Nos primeiros dias de janeiro, o diesel comum e o diesel S-10 foram encontrados com maior preço médio por litro em Minas Gerais, a R$ 3,896 e R$ 3,977, respectivamente.

O etanol está mais caro no Rio de Janeiro, onde é comercializado a R$ 4,174. O mesmo ocorre com a gasolina, encontrada nas bombas por R$ 5,093. Em São Paulo, os quatro tipos de combustível tiveram os menores registros no preço médio, assim como o gás natural veicular (GNV).

A maior alta da região foi da gasolina no Espírito Santo, que aumentou 3% em relação ao fechamento de dezembro, o combustível tem preço médio por litro de R$ 4,789 no Estado.

“Mesmo com a alta, comprar gasolina no Espírito Santo é mais barato que em Minas Gerais e Rio de Janeiro. O Estado fluminense, inclusive, está atrás apenas do Acre no preço da gasolina em todo o País”, diz o Head de Mercado Urbano da Edenred Brasil, Douglas Pina.

O preço do GNV está 1,2% mais barato no Espírito Santo, sendo comercializado a R$ 3,332, enquanto em Minas Gerais está 1,1% menor, com preço médio de R$ 3,387. Ainda assim, são os valores mais altos encontrados no Sudeste.


Comentários

Tops da Gazeta