Publicidade

X

Seu Dinheiro

Cyber Monday é aposta do varejo após Black Friday fraca

Pesquisa indica que 28% dos consumidores planejam fazer compras na data pela primeira vez

Folhapress

Publicado em 26/11/2023 às 13:00

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Nesta segunda (27), lojistas vão oferecer descontos de até 90% em produtos na Cyber Monday / Pixabay/ Hannes Edinger / CreativeCommons

O comércio se prepara para esticar a Black Friday na esperança de aquecer as vendas para o Natal deste ano e superar uma sexta-feira frustrante. Nesta segunda (27), lojistas vão oferecer descontos de até 90% em produtos na Cyber Monday, conhecida como a "Xepa" da Black Friday.

Faça parte do grupo da Gazeta no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Ainda sem ter alcançado a mesma popularidade da sexta-feira de compras no Brasil, a segunda-feira cibernética --nome da data em tradução literal do inglês-- já é importante no calendário comercial. O varejo considera o dia entre as estratégias para conquistar consumidores e impulsionar as vendas.

Maurício Cascão, diretor executivo da Mosaico, empresa dona de comparadores de preços de e-commerce como Buscapé e Zoom, afirma que a Cyber Monday deste ano pode ser superior às anteriores para varejistas compensarem a Black Friday abaixo do esperado.

Cascão diz que, quando uma Black Friday é muito boa, a data chega a representar um mês tradicional de vendas. A deste ano, pela sua análise junto ao varejo, foi metade do que deveria ser.

No setor de eletrônicos, ele diz que houve uma queda de 30%, apesar de o Playstation 5 e celulares terem sido destaques nas vendas.

"Foi um ano duro para o varejo. Não vimos ofertas tão tentadoras nesta sexta-feira por isso. Varejistas e indústria podem ter visto uma oportunidade para fazer uma recomposição de preço", diz Cascão.

"Tem varejista que ficou satisfeito com seu rendimento na Black Friday, mas há outros grandes que vão oferecer descontos mais agressivos nesta segunda turbinada para atingir suas expectativas", afirma o especialista.

Pesquisa qualitativa da Ecglobal, empresa da Haus, do Grupo Stefanini, mostra que três em cada dez consumidores consultados irão comprar na Cyber Monday pela primeira vez.

Entre 583 clientes questionados, 67% expressaram a intenção participar do evento, sendo que desses 39% já tinham adquiridos itens em uma Cyber Monday anterior.

A maioria dos entrevistados na pesquisa planeja gastar entre R$ 500 e R$ 1.000. É menos do que os R$ 1.380 que consumidores disseram que iriam gastar na Black Friday deste ano, segundo pesquisa da Abecs (Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços), encomendada ao Instituto Datafolha.

Levantamento do Buscapé feito a pedido da Folha aponta smartphones, aparelhos de ar-condicionado, TV, geladeira, notebook e fogão como as categorias com mais alertas de preço --recurso que informa qual é o melhor momento para você comprar aquele produto--neste sábado (25). O dado indica os produtos de interesse dos usuários da plataforma.

Criada em 2005 nos Estados Unidos para aquecer as vendas online, a Cyber Monday ocorre sempre após a Black Friday e o feriado de Ação de Graças. No Brasil, a data foi lançada com a Black Friday, em 2011, e há lojistas que esticam suas ofertas pela semana, na Cyber Week.

Segundo a Nubimetrics, plataforma voltada aos vendedores do ecommerce, como a data é o último período promocional de vendas antes do Natal, acaba sendo o momento de impulsionar a demanda do comércio online para reduzir o estoque remanescente da Black Friday.

Na análise da consultoria, o que foi tendência na Cyber Monday 2022 pode ser repetir em 2023. Por exemplo, os consumidores tendem a procurar por itens relacionados à sazonalidade, como os aparelhos de ar condicionado e ventiladores e artigos para o período das festas de fim de ano.

A Amazon encerra sua semana de ofertas nesta segunda, com descontos de até 70% em produtos de diversas categorias. Para livros e e-Books de literatura, ficção, mangás, quadrinhos e infantis em marcas como Harper Collins, Companhia das Letras, Arqueiro e Planeta até 80%.
Para clientes Amazon Prime, além de frete grátis, a empresa oferece aluguel de filmes populares por até R$ 9,90 na Loja Prime Video e desconto de até 70% na assinatura de canais do Prime Video Channels.

A Amazon afirma que, nesta edição, 15% das vendas da Loja Pequenos Negócios serão destinadas ao Instituto Escola do Povo G10 Favelas. Basta aplicar o filtro "Pequenos Negócios" na busca para encontrar produtos oferecidos por esses vendedores parceiros.

E para conscientizar sobre o mês da Consciência Negra, durante todo o mês de novembro, a empresa tem página Singularidades Negras, voltada para indicações de livros, produtos de beleza, moda e outros.

A devolução de produtos comprados pelo Amazon.com está com prazo estendido até o fim de 2023. Segundo a empresa, grande parte dos itens comprados entre 1º de novembro e 31 de dezembro de 2023 podem ser devolvidos até 31 de janeiro de 2024.

O Mercado Livre afirma que bateu recorde de vendas, registrando sua melhor Black Friday, com crescimento de 80% em vendas brutas nos dias 23 e 24 de novembro. A campanha de descontos em parceria com a TV vai até quinta (30).

O Grupo Casas Bahia prorroga os descontos da Black Friday entre os dias 27 e 30 de novembro. A rede, dona das marcas Casas Bahia, Ponto e Extra.com, permite o parcelamento da compra em até 30 vezes no cartão da marca Ponto. Pelo site Extra.com, há itens com até 70% de desconto.

As ofertas atingem a linha branca (geladeira, fogão, micro-ondas, ar condicionado, máquina de lavar), móveis, televisão e smartphones. O grupo também irá atender pelo WhatsApp, direcionando o cliente a um vendedor mais próximo do seu CEP.

Entre as gigantes asiáticas do comércio eletrônico, a estratégia de vendas aparece em forma de cupons, descontos e frete grátis.

A Shopee terá ofertas exclusivas em produtos de tecnologia. Os consumidores terão acesso a cupons de até R$ 70 de desconto, além de ofertas com até 50% de desconto em uma variedade de produtos tecnológicos.

A Shein terá mais de 300 mil produtos diversos com até 90% de desconto.

Marcas esportivas também querem atrair a atenção de seus clientes com descontos em seus sites próprios. A Topper e a Rainha selecionaram calçados e roupas para dar descontos de até 60% até quinta-feira (30). Nas lojas físicas, a promoção se estende até o dia 3 de dezembro.

O Mundo Verde, rede de produtos naturais e orgânicos, oferece desconto de até 25% em itens de marca própria até 30 de novembro. Os florais de bach ansiedade, tensão e estresse, por exemplo, saem por R$ 24,90 cada.

A rede de cafeterias Havanna dá 30% de desconto em todo o site, exceto os produtos da categoria "promoção".

Até esta segunda, a Taco Bell, tem a oferta "Compre 1, Leve 2" no pedido de qualquer taco ou burrito individual (exceto as versões Burrito de Crispy Chicken e Miniburrito de Kit Kat).

No estado de São Paulo, a ação ocorrerá nas unidades do Shopping Center Norte, Aricanduva, Bourbon, Center 3, Pátio Paulista, Metrô Santa Cruz, Metrô Tatuapé, Mooca Plaza, Morumbi, SP Market, Eldorado, Ibirapuera, Tamboré, Grand Plaza, em Santo André; Park São Caetano, em São Caetano do Sul; Internacional Shopping, em Guarulhos; Dom Pedro, em Campinas; Vale Sul em São José dos Campos; Shopping Jundiaí, em Jundiaí, Rio Preto Center Shopping, em São José do Rio Preto.

Os usuários do Westwing Clube poderão conferir campanhas com seleção de marcas como Wolff, Emma, Lyor, Le Creuset, Trussardi, Stanley, Kitchenaid com até 60% de desconto. Também há 10% de desconto em pagamentos por meio do Pix e frete grátis no Westwing Now para pedidos acima de R$ 799.

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

CRIMINALIDADE

Polícia Civil fecha empresa que aplicava golpes financeiros no centro de SP

Golpe era através de aplicativos de mensagens; 23 pessoas foram apreendidas na operação

AMARELINHA

Dorival chama são-paulinos e palmeirenses na primeira convocação

Dorival Jr. fez a sua primeira convocação para a seleção brasileira nesta sexta; veja lista

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter