X

meio ambiente

Procon-SP divulga pesquisa sobre a consciência de consumo do consumidor

A análise dos resultados indica que o consumidor já se mostra consciente em relação ao uso racional da água e da energia elétrica

Yasmin Gomes

Publicado em 10/06/2024 às 20:15

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

80% dos consumidores informaram que nunca deixam a torneira aberta enquanto escovam os dentes / Marcello Casal Jr/Agência Brasil

O Procon-SP realizou uma consulta com 1.560 consumidores e identificou alguns comportamentos importantes que refletem em questões de consumo que precisam ser trabalhadas para que o meio ambiente seja mais bem cuidado e protegido.

A pesquisa foi feita com consumidores que acessaram o site oficial do órgão entre os dias 15 de abril e 7 de maio.

O levantamento apresentou 19 perguntas envolvendo temas como destinação do lixo doméstico, reciclagem, utilização racional da água e energia elétrica e responsabilidade social.

Resultados da pesquisa

Utilização racional da água e energia elétrica

Cerca de 80% dos consumidores informaram que nunca deixam a torneira aberta enquanto escovam os dentes; 66% responderam que nunca deixam a luz acesa quando saem de um ambiente; 84% usam sempre lâmpadas LED para economizar energia e 59% sempre juntam uma grande quantidade de roupas para passar de uma vez.

Sobre o tempo gasto debaixo do chuveiro, 51% admitiram que às vezes seu banho passa de 10 minutos. No que diz respeito à reutilização da água da máquina de lavar, 36% responderam que sempre o fazem e apenas 28% admitiram nunca reutilizar.

Destinação do lixo/reciclagem/poluição do ar

Dentre as respostas, 94% informaram que quando vão à praia se preocupam em jogar o lixo em um recipiente disponível ou, não havendo, afirmam levá-lo para casa. Já 57% disseram que separam o seu lixo doméstico reciclável.

Questionados quanto se informar se a embalagem é reciclável na hora da compra de um produto, apenas 25% declararam que sempre verificam28% sinalizaram que sempre reaproveitam ou reutilizam essas embalagens.

Sobre retornar as baterias usadas para o fabricante, 41% dos entrevistados responderam que nunca o fazem, e 30% disseram que algumas vezes tomam essa iniciativa.

Responsabilidade social e decisão de consumo

O levantamento revela que 48% dos consumidores, quando escolhe seus produtos, nem sempre tem interesse em saber se a fabricante apresenta algum tipo de preocupação ambiental e social; 22% responderam que nunca se interessam e 30% disseram estar sempre atentos a essa questão.

Consciência de consumo do consumidor

A análise dos resultados indica que o consumidor já se mostra consciente em relação ao uso racional da água e da energia elétrica.

Porém, é difícil estabelecer qual o limite entre a necessidade de racionalização por motivação financeira, por motivação ambiental ou ambas, já que energia elétrica e a água são itens com peso significativo no orçamento doméstico de grande parte dos consumidores.

Apesar de ser obrigação do fabricante, ao conceber o produto, já pensar no seu descarte e no impacto que provocará no meio ambiente, o consumidor ainda encontra dificuldade ao tentar devolver as baterias de telefones celulares, por exemplo.

É necessário o desenvolvimento de tecnologia para que o reaproveitamento ou reciclagem das baterias seja economicamente viável.

Pouco interesse sobre o tema

A consulta também apontou pouco interesse do consumidor sobre esse tema, que ainda precisa ser amplamente discutido, de modo a atender às expectativas de todos os envolvidos: empresas, governos, consumidores, comunidades e trabalhadores.

Informar-se sobre os impactos da produção e do pós-consumo de produtos e serviços é um instrumento fundamental para ajudar os consumidores a cumprir sua responsabilidade. Para que isso ocorra, é preciso que essas informações sejam compreensíveis e que revelem todos os aspectos impactantes na cadeia produtiva até o descarte final.

*Texto sob supervisão de Diogo Mesquita

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

ASSASSINATO

GCM prende suspeito de matar mulher achada em carro abandonado

A vítima, Rute do Prado, foi encontrada apenas de calcinha e com o rosto coberto por um pano, o crime aconteceu no dia 18 de julho

Turismo

Conheça 5 roteiros de carro para explorar no inverno brasileiro

Descubra paisagens deslumbrantes, festivais culturais e a rica gastronomia que essas cidades têm a oferecer

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter