Publicidade

X

Seu Dinheiro

Desconto de aposentados terá que ser confirmado todo ano

Matheus Herbert

Publicado em 08/02/2019 às 01:00

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Atualmente, as associações enviam ao instituto uma relação com os nomes dos associados que autorizaram o abatimento / /Thiago Neme/Gazeta de S.Paulo

O segurado do INSS ligado a uma associação ou um sindicato terá de confirmar anualmente a autorização de desconto de contribuição no benefício pago mensalmente pela Previdência. Atualmente, essas entidades enviam ao instituto uma relação com os nomes dos associados que autorizaram o abatimento.

A mudança deverá dar segurança ao procedimento, evitando que aposentados e pensionistas do INSS tenham o desconto sem que ele tenha sido autorizado.

Quando isso acontece, o segurado deve informar o instituto, por meio da Ouvidoria da Previdência, que tem até 60 dias para analisar a reclamação. Todos os descontos devem ser ressarcidos. Não há um valor fixo de contribuição, pois essa definição depende de aprovação em assembleia. Ao Agora, porém, aposentados já relataram descontos que vão de R$ 20 até R$ 90
mensais.

No ano passado, o instituto informou que confere documentos de autorização de descontos duas vezes ao ano, por amostragem. Para evitar esse tipo de surpresa, o beneficiário do INSS pode criar o hábito de conferir o extrato de pagamentos mensalmente, de modo a identificar os descontos mais rapidamente. Em outubro, o CNPS (Conselho Nacional de Previdência Social) aprovou um pedido de investigação ao Ministério Público Federal e à Polícia Federal para apurar a inclusão fraudulenta de segurados na lista de descontos das entidades, além de iniciar uma revisão dos contratos das 18 associações conveniadas com o INSS. Cerca de 2,7 milhões de benefícios estão vinculados a essas entidades. A nova regra faz parte da medida provisória 871, publicada pelo governo Jair Bolsonaro (PSL) no dia 18 de janeiro, na qual renova o pente-fino nos benefícios por incapacidade. (FP)

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

FORÇA DA NATUREZA

Veja 6 vídeos de desastres provocados pelo ciclone que atinge o Brasil há 7 dias

Com ventos de mais de 100 km por hora, o fenômeno destruiu estabelecimentos, derrubou outdoors e fez o mar recuar em São Vicente, litoral paulista

Brasil

Mesmo após corte, gasolina segue mais cara no Brasil do que no exterior

Em maio, os preços da gasolina e do diesel atingiram recordes históricos nos postos brasileiros, movimento que culminou com a demissão de dois presidentes da Petrobras em pouco mais de um mês

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software