Publicidade

X
LITORAL

10 lugares da Baixada Santista para conhecer fora da temporada de verão

As cidades da Região reúnem pontos turísticos ideais para quem gosta de apreciar a natureza e conhecer um pouco da história do País

Publicidade

Caminhos do Mar está localizado no Parque Estadual da Serra do Mar / Divulgação/PMC

O litoral paulista está longe de ser só praia. A Região reúne atrações tanto para quem curte a brisa do mar, quanto para quem gosta de apreciar a natureza ou conhecer um pouco mais da história e da cultura do País. E tanta diversidade pode ser encontrada em meio às flores e os animais do Orquidário de Santos, ou na 'escondida' Lagoa Azul, que atrai turistas de todo País para apreciar esta beleza natural de Cubatão. E não para por aí! Confira a seguir os locais que o DL separou para você visitar enquanto o verão não chega:

1 - Orquidário de Santos

Parada obrigatória quando o assunto é diversão com a família, principalmente no período de férias, o Orquidário Municipal de Santos conta com uma ampla programação de sexta a domingo.

Com 500 animais, de 70 espécies diferentes, o parque oferece diferentes formas de interação com a natureza. A Trilha do Mel é uma delas. Suas seis colmeias de abelhas silvestres, sem ferrão, encantam o público. Há também o Viveiro de Visitação Interna, onde diversas espécies de aves repousam, inclusive perto do público, atraídas pela ‘floresta urbana’.

Já entre os passeios monitorados há o Recanto do Trovador, voltado ao público infantil. A atividade conta com a exposição de um carrinho interativo, onde a criançada aprende sobre as características dos animais encontrados no Brasil, entre outras curiosidades sobre os bichos. Além disso, no espaço, os pequenos também podem brincar de Amarelinha e Elástico.

Essas e outras brincadeiras são desenvolvidas com objetos reutilizados, destacando a relevância de reciclar. Por fim, a criançada ainda leva para casa um gibi com atividades relativas à fauna e à flora. A ação é realizada próximo à entrada do parque de sexta a domingo, das 10h às 13h e das 14h às 17h. Também acontece no próximo fim de semana, entre os dias 21 e 23 de janeiro.

Na mesma faixa horária e a poucos metros dali está o Cacau (Centro de Aprendizagem em Compostagem e Agricultura Urbana). Voltado para crianças e adultos, o espaço aborda a importância da separação dos resíduos, orgânicos ou não, bem como o funcionamento de todas as etapas do processo de compostagem (insumos, plantio, reciclagem, entre outros detalhes).

O Orquidário (Praça Washington s/n°, José Menino) abre de quinta a segunda, das 9h às 18h. A bilheteria funciona até às 17h e os ingressos custam R$ 8,00. Menores de 8 anos e maiores de 65 anos têm entrada gratuita. Crianças entre 8 e 12 anos, estudantes e professores pagam meia entrada com apresentação de documento.

2 - Lagoa Azul, Cubatão

A Cachoeira da Lagoa Azul, em Cubatão, é um dos picos mais lindos para conhecer na Região. A cachoeira recebe esse nome por possuir um poço natural de cor azul, com uma queda de água de, aproximadamente, 30 metros. O poço é de fácil acesso e perfeito para um banho. Para chegar na cachoeira, é preciso parar no km 52 da Rodovia Anchieta, no bairro Cota 95. A trilha se inicia do outro lado da rodovia, em uma entrada discreta. Possui algumas placas de indicação, mas o ideal é ficar atento ao caminho e voltar antes do anoitecer. Importante que esteja acompanhado com um guia que conheça a região. A intensidade da caminhada é de leve a moderada.

A Lagoa Azul é um destino 'escondido' próximo do bairro Cota 95, em Cubatão

3 - Caminhos do Mar, Cubatão

O Parque Caminhos do Mar, sob recente concessão à Parquetur, está localizado no Parque Estadual da Serra do Mar e proporciona aos seus visitantes uma experiência única e inesquecível em meio à natureza exuberante da Mata Atlântica e locais cheios de significado histórico, vistas espetaculares e atividades físicas, recreativas e educacionais. Ao longo do trajeto de 8 km na Estrada Velha de Santos estão situados os Monumentos Históricos construídos em 1922 em homenagem ao centenário da Independência do Brasil: Monumentos do Pico, Pontilhão Raiz da Serra, Belvedere Circular, Cruzeiro Quinhentista, Calçada do Lorena, Padrão Lorena, Rancho da Maioridade, Ruínas e Pouso Paranapiacaba. O Parque funciona de quarta a domingo e feriados das 8h às 17h. Os ingressos custam R$ 50,00. Para dúvidas sobre meia-entrada e isenção, entre em contato: Whatsapp (11) 97279-5616.

4 - Portinho, em Praia Grande

A Área de Lazer Ézio Dall'Acqua (Portinho) possui quiosques, playgrounds, deck de pesca, restaurante e museu ambiental, além de receber eventos gratuitos promovidos pela Prefeitura de Praia Grande, sendo um espaço utilizado para o entretenimento de toda a família. Está situado na Rua Paulo Sérgio Garcia, s/nº, Sítio do Campo, e funciona diariamente, das 06 às 18 horas. A entrada é gratuita.

Combate ao Lixo no Mar realiza mutirão no Portinho, em Praia Grande

5 - Acqua Mundo, Guarujá

O Acqua Mundo está entre os principais passeios no Guarujá, é uma parada quase que obrigatória para as famílias. Isso porque, adultos e crianças ficarão surpresos com o que vão encontrar por lá. Afinal, imagine um parque com o maior aquário da América Latina. Imperdível, não é?

Mas, não para por aí, pois nos tanques gigantes estão cerca de três mil animais aquáticos de 180 espécies, como peixe de água doce e salgada, tubarões, pinguins, arraias, tartarugas, répteis e lobo marinho.

O destaque do parque fica por conta do tanque “Oceano“, com 800 mil litros de água salgada, reunindo 70 animais de 15 espécies (inclusive tubarões e arraias).

Para quem deseja chegar perto dos bichinhos há uma opção, o mergulho, que pode ser feito a partir dos oito anos, com o acompanhamento do instrutor. As crianças simplesmente "enlouquecem" ao ver tantas coisas legais no passeio ao Acqua Mundo. Portanto, não deixe de levar os pequenos. Mas, não são só as crianças que adoram visitar os bichinhos do parque, viu? Esse atrativo também vale para os adultos, pois é um passeio para a família toda.

6 - Passeio de Jipe, Peruíbe

Outro tour que você pode incluir na programação é um passeio de jipe ou jardineira por pontos turísticos de Peruíbe. A principal agência que oferece essa atividade é a Eco Tour Passeios Ecológicos, e o passeio acontece diariamente com a necessidade de agendamento prévio. Embora a agência tenha mais de um roteiro de passeio, o mais tradicional é o que vai para as Corredeiras do Perequê, Praia do Caramborê e Praia da Barra do Una. O passeio dura o dia inteiro, aproximadamente das 8hs às 17hs, custa R$ 100,00 por pessoa, sendo que crianças de até 5 anos não pagam. Além disso, durante o tour é feita uma parada para almoço, que é opcional e custa R$ 25,00 por pessoa.

7 - Aldeia indígena Tupi-Guarani, Mongaguá

Existem duas aldeias indígenas em Mongaguá: Itaóca e Aguapeú, localizadas em reserva ambiental da Mata Atlântica. A comunidade indígena de Aguapeú concebeu o projeto “Jaguatareí Nhemboé – Caminhando e Aprendendo”. A travessia é feita de barco e o turista pode ainda conhecer e apreciar a riqueza de sua fauna e flora, conhecer a aldeia, a cultura e adquirir artesanatos indígenas.

8 - Parque ecológico Voturuá, São Vicente

O Parque Ecológico Voturuá ocupa uma área de 850 mil m² e conta com zoo e diversas atrações. Fica dentro de uma reserva de Mata Atlântica e é um dos pontos turísticos mais visitados de São Vicente.

Possui um zoológico com cerca de 100 animais, de 23 espécies. Em horários determinados os visitantes podem participar da alimentação dos animais.

 Chamado de filho pela bióloga Carla Cerqueira, o hipopótamo Ramón é hoje a sensação do Parque Ecológico Voturuá

Além do zoo, o parque oferece áreas para piquenique, parquinho infantil, pavilhão de eventos. No local fica também o Jardim Japonês, a praça da Paz e o Museu Casa da Cultura Afro-Brasileira.

Abre de terça a domingo, das 9 às 17 h.

Ingresso: R$2 – Criança de 6 a 11 anos: R$1 – Acima de 30 anos: Gratuito.

9 - Country Club de Itanhaém

Situado à beira do Rio Preto, em Itanhaém, tem quiosques e restaurantes que oferecem, durante os finais de semana, pratos típicos da região. É ponto de parada para embarcações turísticas. Os visitantes podem degustar especialidades da culinária caiçara nos quiosques que ficam na beira do rio e alugar caiaques.

10 - Aldeia dos Índios Guaranis, Bertioga

Abrigando cerca de 300 índios tupis-guaranis, a Aldeia dos Índios Guaranis vai te mostrar toda a cultura, história e modo de vida dos primeiros habitantes do Brasil. 

Os indígenas da aldeia se sustentam do cultivo do palmito pupunha e da venda de artesanatos e plantas ornamentais na Rodovia Rio-Santos. Tudo isso é mostrado e contado por eles mesmos, além de apresentações de danças e música. Porém, o acesso à aldeia só pode ser feito com acompanhamento de um agente turístico local e com autorização da FUNAI. E para terminar o dia bem, você pode fazer uma trilha que leva até um rio, podendo nadar em suas águas refrescantes.  

A Aldeia fica localizada entre as cabeceiras do Rio Silveira e do Ribeirão Vermelho, no bairro de Boracéia, e, Bertioga, a 1.500 metros da praia. É só seguir pela SP-055, Km 189 (direção São Sebastião), pois fica na divisa das duas cidades

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

VIOLÊNCIA E SEGURANÇA

Vale do Paraíba concentra quatro das seis cidades com maior taxa de homicídios e SP

A Secretaria de Segurança Pública divulgou dados sobre o cenário de criminalidade na Região

ELEIÇÕES 2022

Lula tem 43% contra 30% de Bolsonaro no estado de São Paulo, diz Datafolha

Em relação ao total do país, o petista tem menos eleitores em São Paulo

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software