últimas notícias

SAIBA MAIS

antiga fazenda

Antes de se tornar parque, por volta de 1750, a região era uma fazenda, a Fazenda Veadeiros, que tinha plantação de café, trigo e atividade pecuária.
Foi só bem depois, no início do século 20, que se descobriram as minas de quartzo, que atraiu garimpeiros para a região. Mas, com a criação do Parque Nacional, a exploração do mineral diminuiu. Hoje, as minas de quartzo que ficam sob a terra da região são um dos atrativos da Chapada dos Veadeiros.
Dentro do Parque há trilhas e travessias, cada uma tem um limite máximo de visitantes por dia. A Travessia das Sete Quedas pode abrigar até 30 pessoas acampadas por noite. A Trilha dos Saltos recebe 450 pessoas por dia. A dos Cânions, 300 por dia, e a da Seriema, 30.
Prepare-se para encarar as trilhas. Tome um café da manhã reforçado, use protetor solar, repelente, roupas leves, chapéu ou boné, use um sapato fechado e leve água e lanches leves. O sol da região central do Brasil é intenso, mesmo quando o dia está nublado. As cidades do entorno do Parque possuem boa estrutura hoteleira, com hotéis, pousadas e campings.
Dá para visitar o parque durante o ano todo. O período da seca vai de maio a outubro, e o chuvoso, de novembro a abril.
Em alguns locais da região da Chapada existem águas termais, com piscinas naturais que têm água aquecida a 38°C.

Tops da Gazeta